Levante Ideias - PETZ

Resultado da Petz (PETZ3) do 1T21

Na noite desta segunda-feira (10), após o fechamento de mercado, a rede Petz (PETZ3) divulgou seus resultados completos referentes ao primeiro trimestre de 2021.

O resultado veio bom e acima do esperado em termos de receita bruta e crescimento das vendas brutas, com forte crescimento de 2 dígitos, mas com Ebitda abaixo do esperado, explicado pelo aumento das despesas com vendas com o crescimento da participação das vendas através do canal digital e da menor circulação de pessoas devido à pandemia.

A receita bruta apresentou crescimento de 52,8 por cento na comparação anual, alcançando 537,5 milhões de reais, sendo 33,9 por cento desse crescimento proveniente das Vendas em Mesmas Lojas (Same Store Sales), ou seja, de lojas já abertas em trimestres anteriores. O restante veio do crescimento das vendas digitais (235,5 por cento ano contra ano), alcançando 155,5 milhões de reais no trimestre, equivalente a 28,9 por cento da receita bruta, além da abertura de mais 5 lojas, totalizando 138 na rede.

A margem bruta apresentou melhora de 0,5 pontos percentuais, chegando a 40 por cento da receita bruta total, com maior participação de produtos de marca própria “PETZ” no mix de vendas, além de antecipação de compras e reposição de estoque, contornando o reajuste mais forte de preços da indústria.

O Ebitda (métrica de geração de caixa bruta da companhia), alcançou 40 milhões de reais neste primeiro trimestre, um crescimento de 36,3 por cento, com margem de 7,5 por cento em relação à Receita Bruta, uma piora de 0,9 pontos percentuais em relação ao mesmo período de 2020.

A queda no Ebitda vem de uma maior participação das vendas digitais em comparação ao 1T20 (de 13,2 por cento no 1T20 para 28,9 por cento da receita bruta no 1T21), com aumento forte de despesas de vendas (crescimento da participação de 22,9 por cento para 24,7 por cento das receitas totais), além de menor efeito de diluição de despesas fixas pela menor frequência de clientes nas lojas e nos centros de estética/veterinária da rede.

O lucro líquido seguiu na mesma linha, porém com queda de 40,7 por cento, registrando 11,5 milhões de reais e uma margem de 2,1 por cento. Essa queda relativa se dá sobretudo pelos efeitos não recorrentes de exclusão dos créditos tributários, obtidos no 1T20, para fins de comparação.

E Eu Com Isso?

A rentabilidade (margem Ebitda) neste trimestre veio abaixo das expectativas do mercado, o que deve gerar um impacto negativo no preço das ações da companhia no curto prazo (PETZ3), sobretudo pela forte alta acumulada de 29 por cento desde o início do ano, o que pode desencadear um movimento de realização de lucros nas ações.

Acreditamos que essa queda na rentabilidade seja temporária, sobretudo pelos efeitos da pandemia que limitou a circulação de pessoas no 1T21, gerando uma menor alavancagem operacional por meio de suas lojas físicas.

A companhia segue em ritmo forte de expansão, com ambição de chegar de 30 a 35 aberturas de lojas por ano daqui em diante. A Petz realizou a abertura de 31 lojas nos últimos 12 meses, com ritmo mais forte no segundo semestre de 2020 que registrou 23 aberturas.

No campo do crescimento e abertura de lojas, a companhia não deve encontrar grandes dificuldades, com projetos e modelo de loja já padronizadas, o que reduz o tempo de construção e ativação dos imóveis, além da integração mais fácil com o sistema de gerenciamento da companhia.

Em termos de distribuição, por enquanto o único Centro de Distribuição grande, localizado no sudeste, parece estar dando conta da demanda, com as lojas novas servindo de mini hubs em centros urbanos em regiões de menor presença da Petz (Norte e Nordeste), atendendo o crescimento do digital.

Olhando no longo prazo, o setor de petshops e serviços pet ainda segue bastante pulverizado e ainda há uma avenida grande de crescimento e consolidação, com espaço para concorrentes como PetLove, Cobasi e PetLand crescerem sem gerar canibalização de consumidores por ora.

A Petz possui uma baixíssima alavancagem financeira (0,2 vezes na relação Dívida Líquida / Ebitda), com posição de caixa de 400 milhões de reais, o suficiente para financiar mais 2 anos de abertura de lojas, se olharmos para os investimentos realizados nas aberturas de lojas e na expansão como um todo (tecnologia e reformas/manutenção).

Seguimos com visão positiva para a companhia no longo prazo, com um modelo de expansão de baixa necessidade de capital e alto retorno, além de iniciativas no campo de novos negócios (Petz Solution), que se torna um complemento na estratégia de crescimento da companhia, mapeando e integrando potenciais empresas com tecnologia e inovações complementares à plataforma Petz.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia mais sobre a empresa: Petz (PETZ3): Resultado do 4T20.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Política sem Aspas, por Felipe Berenguer
Política Sem Aspas

Qual Terceira Via? | Política sem Aspas

Expressão largamente utilizada nos noticiários e na política brasileira, especialmente nesta última década, a “Terceira Via” foi consagrada a partir de teoria elaborada por um

Read More »
Levante Ideias - Câmara dos Deputados
E eu com isso

Rumo ao plenário

Na esteira do que antecipamos nesta quinta-feira (23), a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32/2020, que

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.