Marcos Correa / PR

Onyx Lorenzoni deve deixar a Casa Civil

Onyx Lorenzoni deve deixar a Casa Civil

A demissão do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS) parece só uma questão de tempo. Na quinta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro exonerou dois nomes de confiança de Onyx (José Vicente Santini e Fernando Moura, ambos secretários-executivos) e retirou o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da alçada do ministério.

Em outras palavras, Onyx depara-se, nesse momento, com uma pasta desidratada e com praticamente nenhuma função administrativa. Vale lembrar que, em meados de julho, Bolsonaro havia retirado a função de articulação política da pasta, após alguns estresses envolvendo a reforma da Previdência.

Segundo fontes, o ministro deseja continuar no cargo e antecipou sua volta das férias para esta sexta-feira, quando deve se encontrar com Bolsonaro. No entanto, quadros do Planalto e até mesmo aliados do deputado já dão a saída de Lorenzoni da Casa Civil como iminente. Um dos nomes cotados para substituir o deputado é de Rogério Marinho, homem de confiança de Guedes e com ótima interlocução com deputados e senadores.

O ministro-chefe da Casa Civil já vinha decepcionando o governo faz algum tempo. O episódio dos seus subordinados usando o avião da FAB parece ter sido a gota d’água para Bolsonaro. É esperado o afastamento de Onyx do cargo e, caso Marinho assuma a posição, a troca pode até dar frutos bastante positivos para o andamento das reformas. 

* Esse conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Bolsonaro descarta dividir ministério de Moro

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

E eu com isso

Posto Ipiranga

Expressão consagrada pelo presidente Bolsonaro para delegar as decisões econômicas para seu ministro, o “Posto Ipiranga” serviu de apelido para Paulo Guedes, lhe dando credibilidade

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel