Levante Ideias - Bolsonaro Solenidade

O governo e a CPI

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 continua incomodando o governo federal. Durante todo o fim de semana, o presidente Bolsonaro voltou a criticar a instalação da comissão e pressionou senadores – inclusive, tendo conversado com o senador Kajuru (Cidadania-GO), que depois divulgou o conteúdo do diálogo nas redes sociais – para aumentar o escopo de investigação a governadores e prefeitos.

Durante a conversa, o presidente dá a entender que uma maneira de se alterar os rumos da comissão para não ocorrer uma “fritura” exclusiva do Executivo é por meio da impetração de pedidos de impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal. O senador Kajuru já entrou, neste sábado (10), com um pedido na Corte para que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), paute em plenário o afastamento do ministro Alexandre de Moraes.

A tentativa de influenciar os rumos da CPI, contudo, não foi bem recebida por parte dos senadores, que também estão divididos quanto à inclusão de outros entes federativos nas investigações da comissão. Para alguns parlamentares, com o foco mais amplo, seria criada uma verdadeira “guerra” entre o governo federal e os entes subnacionais. Por outro lado, argumenta-se que a verba federal foi, de fato, repassada a governos estaduais e municipais e, logo, uma apuração mais detalhada precisa ser feita.

Na formação da comissão, serão 11 senadores e 8 suplentes. O governo deve buscar ao máximo, também, escalar senadores da base aliada para atuarem em defesa do Executivo durante os trabalhos.

E Eu Com Isso?

A CPI deve ser instalada no decorrer desta semana e dividir atenções com a reta final das negociações do Orçamento de 2021. O diagnóstico é que, antes com a Câmara mais atuante nas tratativas para se chegar a um consenso, agora o Senado também ganha poder de barganha na questão orçamentária, por conta da instalação da comissão.

As alternativas para apaziguar eventuais efeitos negativos na imagem do governo com a CPI seriam a de retirada de assinaturas, cancelando a instalação da comissão, ou a indicação majoritária de parlamentares aliados e neutros para sua composição. Tudo indica, porém, que a comissão irá adiante e o mercado ficará atento a uma possível nova tensão entre os Poderes.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Os desafios do balanço de riscos | Denise Campos de Toledo.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Vacina Moderna
E eu com isso

E se as vacinas não funcionarem mais?

As declarações de Stéphane Bancel, principal executivo do laboratório americano Moderna, estão provocando fortes solavancos nos mercados internacionais na manhã desta terça-feira (30). Em média,

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Emendas ficam

O Congresso Nacional aprovou, nesta segunda-feira (30), o Projeto de Resolução 4/2021, que viabiliza o pagamento de emendas de relator e busca adaptar tal modalidade

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.