luiz-henrique-mandetta-fabio-rodrigues-pozzebom-ag-brasil

Mandetta de saída

Mandetta de saída

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), está de saída do governo. Nesta quarta-feira (15), ele concedeu entrevista coletiva no Palácio do Planalto afirmando que não consegue mais oferecer “outro tipo de posição por parte do Ministério da Saúde”, se referindo às suas divergências com o presidente Jair Bolsonaro.

O ministro ainda anunciou que não aceitaria a demissão de um dos seus braços direitos, o secretário nacional de Vigilância, Wanderson Oliveira, que havia pedido renúncia ainda na manhã desta quarta. “Entramos no ministério juntos, estamos no ministério juntos e sairemos do ministério juntos” afirmou Mandetta, em tom já de despedida. O secretário-executivo da pasta, João Gabbardo, também indicou que deve sair junto com o ministro.

Ainda ontem, o ministro deu concedeu entrevista reforçando sua saída: “fico até encontrarem uma pessoa para assumir meu lugar”, afirmou Mandetta. Nos bastidores de Brasília, espera-se a demissão oficial do ministro entre hoje e amanhã. O Planalto só não demitiu Mandetta ainda porque ainda pondera nomes para substituí-lo.

O presidente procura por um novo ministro que seja médico e tenha perfil conservador. Segundo fontes, é importante que o novo chefe da pasta seja contra o aborto e também defenda o uso da hidroxicloroquina como contraponto ao isolamento social. Nomes como o cardiologista Roberto Kalil Filho, o oncologista Nelson Teich e o oftalmologista Claudio Lottenberg estão à mesa.

Mandetta selou seu destino quando topou fazer uma matéria exclusiva para o programa “Fantástico” da Rede Globo de Televisão, no último domingo. Até então, o ministro tinha algum apoio da ala militar do governo e continuava no cargo por ter alta popularidade entre os brasileiros.

A sua saída representa uma mudança de direção na política de combate à Covid-19. Ainda não se sabe qual será a nova postura do governo, mas certamente pode-se esperar novas iniciativas de afrouxamento do isolamento social. O novo ministro da Saúde será muito mais alinhado com as opiniões de Bolsonaro.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também:Governo anuncia auxílio para estados e municípios

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte I

No Comentário de nº 9 da Instituição Fiscal Independente, “Considerações sobre o teto de gastos da União”, Felipe Salto, Daniel Couri e Josué Pellegrini recortam

Read More »
E eu com isso

Redução de jornada até dezembro

O presidente Jair Bolsonaro assinou, ontem (13) a prorrogação da redução proporcional de jornada e salários e suspensão temporária do contrato de trabalho, medidas previstas

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel