Levante Ideias - Dinheiro

Incertezas no crescimento

A quinta-feira (08) começa com os pregões internacionais em baixa, por dois motivos.

O primeiro é, de novo, a Covid-19. Segundo Mathias Cormann, secretário-geral da OCDE, que reúne as principais economias, novos surtos da Covid, em especial aqueles provocados por novas variantes do coronavírus, são o principal risco que pode impedir um crescimento econômico sustentável no curto e no médio prazos.

Além das declarações de Cormann, o governo japonês anunciou que vai, de novo, declarar estado de emergência em Tóquio e que essa situação vai perdurar até agosto, durante os Jogos Olímpicos.

O segundo motivo foi o endurecimento do governo chinês para com as companhias de tecnologia que resolverem listar suas ações em pregões americanos.

No domingo, o governo em Pequim proibiu as lojas de aplicativos de oferecer o app Didi, de mobilidade urbana, que havia listado suas ações poucos dias antes.

Na terça-feira, o Conselho de Estado, autoridade máxima, anunciou, sem muitos detalhes, que iria intensificar a fiscalização sobres as empresas de tecnologia.

Foi o suficiente para que pelo menos uma companhia já cancelasse sua listagem

Esses dois motivos foram suficientes para aumentar a aversão ao risco.

Não por acaso, a remuneração dos títulos de dez anos do Tesouro americano caiu para 1,25% ao ano, o menor nível desde fevereiro.

Remuneração em baixa significa preços unitários em alta, devido a um aumento da demanda.

A alta dos juros indica, portanto, uma migração de recursos da renda variável para a renda fixa.

Apesar de o Federal Reserve (Fed), o banco central americano, ter indicado que terá “paciência” com a inflação em seu comentário publicado na quarta-feira (07), sinalizando que não deverá endurecer a política monetária tão rápido, o movimento já começou.

Indicadores 1

O número de pedidos iniciais de seguro-desemprego americanos na semana encerrada em 3 de julho foi de 373 mil, uma alta de 2 mil pedidos em relação ao dado revisado da semana anterior.

O resultado da semana anterior foi revisado, subindo de 364 mil para 371 mil, uma alta de 7 mil pedidos.

Indicadores 2

A inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), desacelerou para 0,53% em junho, depois de ficar em 0,83% em maio.

Esse é o maior resultado para o mês de junho desde os 1,26% de 2018.

Com isso, o indicador acumula alta de 3,77% no ano e 8,35% nos últimos 12 meses.

E Eu Com Isso?

O temor de desaceleração da economia, confirmado pela alta nos pedidos de seguro-desemprego, está tendo um efeito negativo sobre o mercado.

Tanto os contratos futuros de Ibovespa quando os do índice americano S&P 500 estão em baixa.

As notícias são negativas para o mercado.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Os números da economia americana.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - NFT
E eu com isso

Os NFTs são a arte do lucro

NFT parece ser a sigla de um título público. Algo como Notas Financeiras do Tesouro. Nada disso. NFT é a abreviatura de Non-Fungible Tokens, ou

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

PEC dos precatórios

Nesta quinta-feira (16), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados votou e aprovou, por 32 votos a 26, a PEC (Proposta

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.