localiza-div-localiza

Fusão da Localiza com a Unidas

A Localiza (RENT3) e a Unidas (LCAM3) anunciaram na madrugada desta quarta-feira (23) que foi celebrado nesta terça-feira (22) um acordo de incorporação de ações da Unidas pela Localiza, viabilizando a combinação dos negócios.

Dessa forma, a Unidas será uma subsidiária integral da Localiza e os seus atuais acionistas receberão ações da compradora conforme a seguinte relação de troca: cada acionista da Unidas receberá 0,44682380 de ação nova emitida pela Localiza para cada 1 ação da Unidas. Os acionistas da Localiza terão 76,85 por cento da nova companhia, enquanto o restante (23,15 por cento) pertencerá aos acionistas da Unidas.

Como parte da transação, pretende-se que a Companhia Combinada amplie para a Localiza a parceria atualmente existente entre a Unidas e a subsidiária da Enterprise, Vanguard Car Rental USA, LLC, que é dona das marcas Alamo, Enterprise e National “mediante um novo modelo de Mutual Referral Agreement visando a cooperação entre as empresas através de indicação mútua de clientes”.

A transação está sujeita ainda a: i) aprovação dos acionistas de ambas companhias, em suas respectivas assembleias gerais e ii) à aprovação da incorporação de Ações pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) sem restrições ou com restrições.

A surpreendente notícia é positiva para ambas companhias e esperamos impacto positivo no preço de ambas ações (RENT3/LCAM3) na sessão desta quarta-feira (23).

Esperamos desempenho levemente superior à Unidas devido ao i) desempenho muito inferior no ano, com queda de 4,9 por cento nas ações (LCAM3) enquanto as ações da Localiza (RENT3) avançam 9,8 por cento e ii) relação de troca, na nossa avaliação, mais positiva para a Unidas, aos preços de fechamento o valor de mercado da Unidas representa 21,6 por cento da companhia combinada, portanto abaixo do percentual da Unidas na nova companhia de 23,15 por cento. Mantido constante o preço das ações da Localiza (RENT3), as ações da Unidas deveriam subir cerca de 9 por cento para ficar em linha com a relação de troca proposta na fusão.

No longo prazo também enxergamos um potencial promissor em termos de poder de consolidação no mercado de locação de veículos e ganhos sinérgicos muito interessantes. Enquanto a Localiza (RENT3) tem destaque operacional no segmento de Rent a Car (RaC), a Unidas (LCAM3) diferencia-se na parte de Gestão de Frotas.

Contudo, lembramos que a incorporação deverá ser aprovada pelo Cade e não descartamos que sejam impostas restrições relevantes neste acordo.

A Localiza tinha uma parceria com a Hertz na parte de locação internacional, cujos resultados obtidos foram abaixo da expectativa da companhia e o acordo foi finalizado recentemente. Ao que tudo indica, a Localiza quer agora, através da subsidiária Unidas, fortalecer a sua atuação internacional utilizando parceria com a Vanguard.

A expectativa é que, combinadas, a “nova Localiza” tenha potencial de entregar um Ebitda (métrica para geração potencial de caixa operacional) superior a 3 bilhões de reais e uma frota de mais de 470 mil veículos. Como neste setor a pulverização geográfica e a escala são extremamente importantes, a nova Localiza poderá reforçar ainda mais os seus diferenciais competitivos atuais.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Artigos

Números da Vivo

A Telefônica Brasil (VIVT3/VIVT4) apresentou nesta terça-feira (27), após o fechamento do mercado, o seu resultado do 3T20 e que, na nossa avaliação, foi regular

Read More »
Artigos

BTG compra corretora Necton

Na onda de consolidação do mercado em busca de capturar o número crescente de CPFs na bolsa, o BTG Pactual fechou a aquisição da Necton

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte II

Na primeira parte dessa dupla de textos, concentrei-me em elencar e dissertar acerca das principais regras fiscais em voga hoje no Brasil. Naquela ocasião, deixei

Read More »
Artigos

Política acima de tudo!

O mercado vive uma certa trégua em relação à volatilidade mais acentuada de algumas semanas atrás. Discussões importantes foram adiadas para depois das eleições. Quem

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel