Levante Ideias - eletrobras

Eletrobras (ELET3/ELET6): Resultado do 4T20

A Eletrobras (ELET3/ELET6) divulgou na noite de sexta-feira (19), após fechamento do mercado, seus números referentes ao quarto trimestre de 2020. O resultado veio positivo e acima das expectativas em termos de Ebitda, porém afetado por diversos itens não recorrentes e de natureza meramente contábil, dificultando sua leitura.

A receita bruta consolidada da companhia atingiu 10,6 bilhões de reais no 4T20, avançando 14,6 por cento no ano contra ano. Desse montante, aproximadamente 58 por cento vieram do segmento de geração, 39 por cento da transmissão e 2 por cento correspondem a outras receitas.

Como principais destaques dessa linha, vale mencionar a queda de receita de geração proveniente do vencimento de PPAs (em inglês, Power Purchases Agreements – Contratos de Compra de Energia) da Eletronorte e Furnas de, respectivamente, 206 e 250 milhões de reais. Adicionalmente, devido a dificuldades operacionais, houve provisionamento de penalidades contra a UTE Candiota, impactando a receita da CGT Eletrosul em 112 milhões de reais.

Em paralelo, compensando estes efeitos negativos, houve maiores vendas de energia no mercado spot em um momento de PLD (preço à vista no mercado de energia) elevado, beneficiando a companhia. Houve também um efeito contábil positivo decorrente da reclassificação de ativos financeiros de transmissão, porém sem efeito caixa.

Em relação às suas despesas operacionais, a Eletrobras apresentou despesas de PMSO (pessoal, material, serviços e outros) estáveis no ano contra ano. Em particular, merece destaque a queda de 19 por cento no ano contra ano da linha de pessoal, refletindo os planos de desligamento realizados pela empresa nos trimestres anteriores. Em compensação, houve aumento de 40 por cento na comparação anual na linha de “outros” em função de indenizações e perdas de diferentes naturezas, incluindo acordo judicial com a Light de 496 milhões de reais.

No tocante ao Ebitda (métrica de geração de caixa operacional), o valor reportado pela companhia ficou negativo em-299 milhões de reais no 4T20. Contudo, há necessidade de uma série de ajustes neste, incluindo: i) exclusão da equivalência patrimonial (+708 milhões de reais); ii) contingências (-3,1 bilhões de reais); e iii) impairment (reavaliação do valor justo) de investimentos e de ativos de longo prazo (-1,07 bilhão de reais). Com tais ajustes, o Ebitda totaliza 3,2 bilhões de reais, ficando acima das expectativas de mercado.

A companhia ainda apresentou um lucro líquido de 1,3 bilhão de reais, uma queda de 44 por cento na comparação anual. Essa linha foi afetada pelos fatores expostos anteriormente e por um resultado financeiro positivo, decorrente de ganhos com variações cambiais e derivativos e de menores encargos financeiros.

Diante desse resultado, a companhia aprovou a distribuição de 1,5 bilhão de reais de dividendos, equivalente a 25 por cento do lucro do exercício. Por classe de ação, a remuneração se dará da seguinte forma: 0,94 real por ação para ELET3 (retorno em dividendos de 2,8 por cento) e 1,04 real por ação para ELET6 (retorno em dividendos de 3 por cento).

E Eu Com Isso?

A Eletrobras divulgou resultados positivos, acima das expectativas, porém contaminados por uma série de itens não recorrentes que dificultaram sua leitura. Dessa forma, esperamos impacto positivo no preço das ações da companhia (ELET3/ELET6) no curto prazo.

A companhia surpreendeu com despesas PMSO estáveis em relação a 2019, mostrando disciplina na gestão de suas despesas operacionais em um período desafiador como o vivenciado em 2020. Nesse sentido, destacam-se as economias proporcionadas pelos planos de desligamento voluntário realizados nos últimos trimestres, que enxugaram o quadro de funcionários sem prejuízo do serviço prestado.

A Eletrobras ainda exibiu leve redução de sua dívida, de 3 por cento ante o 4T19, refletindo o aumento de sua geração de caixa. Dessa forma, seu índice de alavancagem reportado (dívida líquida sobre Ebitda recorrente) se manteve em patamares confortáveis de 1,5 vezes. Vale destacar também que a baixa alavancagem foi sustentada por uma redução dos investimentos em relação ao seu plano de negócios para 2020. De fato, a empresa realizou somente 59 por cento dos investimentos previstos.

Em relação ao setor elétrico, mantemos uma perspectiva positiva, ancorada na sua resiliência, geração de caixa mais estável e capacidade de distribuição de dividendos elevados, refletindo seu caráter menos cíclico. Nesse sentido, a despeito dos desafios impostos pela segunda onda da pandemia à economia brasileira, acreditamos que o setor será um dos menos atingidos. Nossa visão construtiva também se sustenta no marco regulatório amadurecido, o qual, apesar de ameaças populistas, se mantém sólido e protegido.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia mais sobre a empresa: Afinal, a Eletrobras será privatizada? | Política Sem Aspas.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - NFT
E eu com isso

Os NFTs são a arte do lucro

NFT parece ser a sigla de um título público. Algo como Notas Financeiras do Tesouro. Nada disso. NFT é a abreviatura de Non-Fungible Tokens, ou

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

PEC dos precatórios

Nesta quinta-feira (16), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados votou e aprovou, por 32 votos a 26, a PEC (Proposta

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.