Levante Ideias - Petrobrás

Destaques do Petrobras Day

Nesta segunda-feira (30), a Petrobras realizou o evento virtual anual da companhia, o Petrobras Day, para apresentar maiores detalhes do plano de negócios 2021-2025, divulgado na semana passada.

O planejamento para os cinco anos seguintes está baseado na sustentabilidade e resiliência econômica, através do aumento da rentabilidade a preços baixos de petróleo e redução do nível de endividamento, e ambiental, com desenvolvimento de iniciativas para redução da emissão de carbono em toda a cadeia.

As iniciativas são bastante amplas, com investimentos em melhorias, inovação em todos os segmentos da companhia (Exploração & Produção, Refino, Gás, Logística e Tecnologia) que, apesar da redução do Capex (investimento em ativo fixo) em torno de 15 bilhões de dólares, com grande parte vindo do ganho de eficiência no pré-sal, o montante anunciado de 55 bilhões de dólares para os cinco anos ainda é significativo.

Os principais destaques divulgados no evento foram:

i) No campo financeiro: maior detalhamento da sensibilidade do Fluxo de caixa livre da companhia. A Petrobras hoje estima um Fluxo de caixa livre neutro (após investimentos e pagamento dos financiamentos) na faixa de 28 dólares o barril. Isso implica que até o limite desse preço a companhia segue operando de maneira saudável, com a dívida estabilizada, sem necessidade de novos financiamentos.

ii) No campo operacional: digitalização de grande parcela de toda a operação, desde o administrativo (RH, financeiro, documentação) até a ponta mais complexa como o controle logístico, estoque nos galpões, dados das plataformas, refinarias e gasodutos. Além disso a redução drástica do tempo de maturação de novos campos no período de 10 anos (de 18 meses para 11 meses) e a redução forte no custo de construção dos novos poços a serem explorados (cerca de 50% – metade).

iii) No campo da sustentabilidade: novo projeto, já com qualidade comprovada, do BioRefino que consiste no processamento de óleo vegetal em conjunto com o óleo fóssil (maior eficiência, menor custo e menos emissão) e estimativa de redução em torno de 30 por cento das emissões de carbono em todos os segmentos operacionais (E&P, Refino e Gás & Energia) até 2030.

Adicionalmente, a Petrobras apresentou uma estimativa de geração de caixa livre nestes cinco anos de 150 bilhões de dólares. O detalhamento da destinação destes recursos inclui o Capex, já citado acima, a amortização de dívidas em torno de 30 a 35 bilhões de dólares e o ponto mais relevante: distribuição de dividendos no mesmo montante da amortização do endividamento.

Impactos na prática

O maior detalhamento do plano de negócios 2021-25 mostrou o grau elevado de complexidade dos projetos em andamento, porém reforça a competência da atual gestão na execução e implementação dos projetos.

No curto prazo não vemos impacto relevante no preço das ações (PETR3/PETR4) deste maior detalhamento, porém no horizonte mais longo de tempo, o planejamento apresentado é bastante positivo para a companhia, que caminha de maneira definitiva para uma trajetória de forte geração de caixa, independente das variações de curto prazo do preço do petróleo, e de redução de endividamento..

Durante o dia as ações da empresa (PETR3/PETR4) oscilaram bem entre as informações positivas apresentadas e a queda do preço do petróleo no mercado, fechando com queda de 2,35 por cento no dia.

Lembrando que o pagamento de dividendos está condicionado à redução do endividamento bruto para abaixo dos 60 bilhões de dólares (atualmente em 79 bilhões de dólares), patamar previsto para ser alcançado ao final de 2022.

Isso implica em pagamento de dividendos extraordinários a partir de 2023, com cerca de 30 bilhões de dólares divididos em um período de 3 anos, considerando um câmbio médio conservador de 4,60 reais por dólar no período (mesma média apresentada pela Petrobras), representa um dividend yield acima de 13 por cento anualmente.

Seguimos positivos com a tese de investimento na companhia, com recomendação de compra para as ações (link para o relatório completo aqui) e acreditamos que a Petrobras é a melhor ação para 2021.

—— ——

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

—— ——

Leia mais sobre a empresa: Plano estratégico da Petrobras.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Rede D'Or
E eu com isso

Consolidação no setor de saúde

A Rede D’Or (RDOR3), rede integrada de cuidados em saúde, comunicou ao mercado, na noite desta quarta-feira (15), via fato relevante, a celebração de contrato

Read More »
Levante Ideias - China e EUA
E eu com isso

A incógnita da China

A quinta-feira (16) começa com um movimento negativo nos mercados asiáticos, especialmente na China. Os principais índices chineses encerraram a sessão com quedas entre 1,3%

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Desoneração da folha

Criada no governo Dilma e dor de cabeça para as equipes econômicas do governo Temer e Bolsonaro, a política de desoneração da folha de salários

Read More »
Levante Advice - Big Techs
E eu com isso

FTC: Investigação antitruste

A FTC (Federal Trade Commission), órgão americano comparável ao CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aqui no Brasil, divulgou nesta quarta-feira (15), um relatório a

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.