Levante Ideias - Variante Delta

Covid-19 volta ao radar

O mês de julho é tradicionalmente mais fraco no mercado. O alto verão no Hemisfério Norte é um período de férias, o que reduz os negócios, Wall Street incluída.

Como a liquidez diminui, os movimentos de preços tendem a ser amplificados. Por isso, a preocupação com a volta dos casos de infecção pela variante Delta do coronavírus está provocando um forte movimento de queda no início dos negócios.

Os contratos futuros do índice americano S&P 500 estão em baixa de mais de 1%, com temores de que um novo aumento dos casos de contaminação possa truncar o movimento de recuperação da economia.

Além do mercado acionário, o rendimento dos títulos de dez anos do Tesouro americano voltou a recuar e está ao redor de 1,2% ao ano, também devido a temores de desaquecimento da economia.

No entanto, os juros também estão caindo devido à baixa das cotações do petróleo.

A Organização dos Países Produtores de Petróleo e a Rússia, conhecida como Opep+, fechou um acordo no domingo (18) para aumentar a produção de petróleo em 5,8 milhões de barris por dia até setembro de 2022.

O grupo concordou em aumentar a produção em 400 mil barris por dia todos os meses a partir de agosto, em um momento em que os preços da commodity chegaram aos maiores níveis em mais de dois anos.

Com isso, as cotações do petróleo caíram 2,13% durante as negociações nos mercados asiáticos.

O barril do petróleo Brent, referência para o mercado europeu e para a Petrobras, era negociado durante a madrugada por US$ 72,02 por barril.

Já o barril do petróleo tipo West Texas Intermediate, referência para os Estados Unidos, estava em queda de 2,09% para US$ 70,31 por barril.

O acordo entre os países-membros da Opep+ veio depois de longas negociações. A incerteza deixou muitos participantes do mercado temerosos de que uma competição entre os países produtores levasse a uma produção desenfreada.

Porém, o resultado das negociações afastou esse risco.

No ano passado, a queda da demanda provocada pela redução das viagens derrubou os preços do petróleo.

A distorção foi tão grande que os contratos futuros do petróleo WTI chegaram a ser negociados por valores negativos, e o petróleo Brent caiu para o nível mais baixo em quase duas décadas.

Para impedir uma ruptura no mercado, a Opep+ concordou em reduzir a produção em cerca de 10 milhões de barris por dia entre maio de 2020 a abril de 2022.

Porém, a política monetária frouxa nos Estados Unidos e na Europa inundou o mercado de dinheiro, levando a uma alta das commodities que pressiona a inflação.

Relatórios Focus 

A edição mais recente do relatório Focus, divulgada pelo Banco Central (BC) nesta segunda-feira (19), mostra uma elevação das projeções de inflação de 2021 para 6,31%, ante 6,11% da edição anterior.

As estimativas para a taxa referencial Selic em dezembro avançaram para 6,75% ante os 6,63% da semana anterior. E o crescimento esperado da economia aumentou levemente para 5,27%, ante 5,26% da semana anterior.

E Eu Com Isso?

A retomada da preocupação com a covid devido ao aumento do número de infectados com a variante delta está provocando uma pressão de baixa no mercado.

Os contratos futuros de Ibovespa estão em queda de 1,3%, e os do índice americano S&P 500 recuam mais de 1%.

As notícias são negativas para a bolsa.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Otimismo pesa mais que o pessimismo.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

O novo cenário para o Copom

Começa nesta terça-feira (26) a penúltima reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) de 2021. Há dois aspectos incomuns nesse encontro. O primeiro deles é

Read More »
Levante Ideias - Petrobras
E eu com isso

Venda da Petrobras

No mesmo dia em que foi anunciado mais um novo ajuste de alta nos preços do diesel e da gasolina para as distribuidoras, o governo

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.