Levante Ideias - Eletrobras

Atualizações sobre oferta da Eletrobras

Na quarta-feira (05), o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) informou ao mercado sobre a atual situação do processo de privatização da Eletrobras (ELET3/ELET6) para 2022. Segundo o Banco, a capitalização da companhia está agendada para meados de março e, mesmo com eventuais atrasos no aval do processo pelo TCU (Tribunal de Contas da União), a expectativa é que esta seja concluída ainda em abril deste ano.

Inicialmente prevista para dezembro de 2021, a aprovação da operação pelo TCU atrasou. Mesmo assim, o Tribunal autorizou o governo a seguir com os estudos sobre as próximas fases da privatização, de modo a evitar adiamentos ainda maiores. Dessa forma, a expectativa é que o tribunal emita em março sua decisão colegiada aprovando as condições da mesma para que, enfim, o processo de capitalização se inicie.

Como próximos passos do processo de privatização da companhia, é previsto para janeiro ainda outro acórdão do TCU sobre a descotização das usinas da Eletrobras (onde hidrelétricas da companhia que operam sob regime de cotas passarão a ser contratados como produtores independentes), além de ser esperada a realização de uma assembleia de acionistas da empresa, na qual os minoritários poderão votar sobre as condições finais da operação.

E Eu Com Isso?

A notícia é positiva para a Eletrobras (ELET3/ELET6), com suas ações devendo reagir de acordo. Após sequências de eventos políticos que colocaram dúvida quanto ao avanço da capitalização da estatal, esta dá cada vez mais indícios de que será de fato viabilizada, o que traz a expectativa de um aumento de eficiência ao grupo e forte destravamento de valor para as ações da empresa.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Indústria questiona modelagem da privatização da Eletrobras.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.