Levante Ideias - Energia Eólica

Aeris revisa projeções para 2021 e 2022

A Aeris (AERI3), uma das maiores fabricantes de pás para aerogeradores de energia eólica da América Latina, divulgou na noite desta segunda-feira (20) as projeções de produção em GW equivalentes, receita líquida, Ebitda e Capex para os exercícios de 2021 e 2022.

A receita líquida projetada ficou entre R$ 2,4 bilhões e R$ 2,7 bilhões para o final de 2021, que corresponde a um crescimento de aproximadamente 9,09% e 22,7% na comparação com o mesmo período de 2020.

Já para o final de 2022, a companhia projeta uma melhora na receita, que deve chegar a R$ 4 bilhões.

Para o Ebitda, a projeção é de R$ 200 milhões a R$ 300 milhões no final de 2021 e de até 450 milhões ao final de 2022.

Ademais, em termos de produção de energia, a produção em gigawatts pode chegar a 3,2 GW no final deste ano e a 5,2 GW ao final de 2022.

E Eu Com Isso?

As margens da companhia devem permanecer pressionadas, porém as projeções da Aeris reforçam nossa visão de um ambiente ainda volátil para a empresa, refletindo que 2021 é um ano de transição para as linhas de produção da companhia.

O guidance para capex maior do que esperado pode ter relação com a conversão das duas linhas de produção para a Nordex, fato que, apesar de positivo, não deve se refletir em uma reação positiva no preço das ações da companhia (AERI3) para o curto prazo, uma vez que a revisão acerca ao EBITDA ainda estaria abaixo do consenso.

Recentemente a Aeris anunciou um contrato de R$ 1,6 bilhão para o fornecimento de pás eólicas para a Nordex Energy, que resultará no aumento líquido do potencial de ordens cobertas por contratos de longo prazo no montante equivalente a 2,0 (GW).

Um dos principais motivos que levou a ação a se deteriorar nos últimos trimestres foi o conjunto de resultados que frustraram as expectativas do mercado. A companhia consumiu grande parte do seu capital de giro em estoques.

No entanto, a Aeris esclareceu que este foi um movimento encontrado para se proteger de uma provável alta no preço dos insumos.

Enxergamos uma evolução da tese neste ano e no ano seguinte. No longo prazo, esperamos que as margens e os retornos se estabilizem a partir de 2022.

Por fim, a companhia vem apresentando alto crescimento e retornos crescentes, sustentada por um produto de alta qualidade na indústria.

Também ressaltamos o posicionamento da Aeris na geração de energia limpa de fonte eólica, de suma importância na diversificação da matriz energética do país, que atualmente sofre com preocupações em torno da atual crise hídrica.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: O PIB e a energia.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.