Levante Ideias - Usi MInas

A questão das privatizações

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu ontem uma petição enviada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), acusando o governo de estar privatizando ilegalmente empresas públicas e sociedades de economia mista. Segundo a nota, haveria uma manobra no modelo de vendas de subsidiárias, em que o governo estaria criando artificialmente subsidiárias apenas para driblar o processo de desestatização.

O plenário do STF decidiu, em junho de 2019, que as privatizações de subsidiárias não necessitariam de lei específica no Congresso nem processo licitatório. Esses procedimentos ficariam restritos às empresas-mãe. Logo, diante da suposta manobra do Executivo, o Senado pede que o STF inclua uma liminar no acórdão do julgamento para que a criação artificial de subsidiárias – somente para fins de privatização – seja considerada ilegal e passível de responsabilização. 

Alcolumbre pede um posicionamento urgente por parte da Corte, que entrou em recesso nesta semana, já que existem empresas que o governo pretende vender ainda neste ano. A Petrobras, uma das estatais que prevê vendas de subsidiárias, chegou a detalhar à Justiça Federal do Rio de Janeiro o modelo de desestatização em voga: nele, a empresa cria subsidiárias para, em seguida, transferir a elas partes dos ativos da controladora e então vendê-la.

A notícia não é boa para as intenções de privatização do governo. Já sabemos que o tema é extremamente delicado entre deputados e senadores quando alguma possível venda é aventada pelo governo, e agora corre-se o risco de a venda de subsidiárias também enfrentar dificuldades jurídicas para ocorrer. Ainda que dificilmente o STF volte atrás da sua decisão sobre o modelo de privatizações de estatais, o questionamento do Congresso pressiona a Corte, sob a justificativa de que há “falta de critérios balizadores quanto à liberdade de conformação empresarial em relação às subsidiárias”.

O presidente da Corte, Dias Toffoli, será o relator do caso. O governo certamente não deve ter recebido a notícia com bons olhos, e agora espera-se uma nova onda de tensão entre os Poderes por conta de um tema tão caro ao presidente e sua equipe econômica.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: De olho na investigação no STF

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Política sem Aspas, por Felipe Berenguer
Política Sem Aspas

Recesso, pero no mucho…

Existe, no imaginário popular, uma ideia fixa que procura associar o recesso parlamentar à inatividade de políticos de Brasília. De fato, os corredores do Congresso

Read More »
Levante Ideias - Inflação
E eu com isso

Inflação supera expectativas

A sexta-feira começa com a divulgação do IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15) de 0,72% em julho, levemente abaixo do 0,83% de

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel