Levante Ideias - Domingo de Valor

Balanços voltam a brilhar | Domingo de Valor

Uma das teses mais comprovadas dos analistas da Levante Ideias de Investimentos é a importância da alavancagem operacional. Resumidamente, é a capacidade de uma empresa melhorar seu resultado por meio de ganhos de eficiência e da redução dos custos, tanto fixos quanto variáveis. O famoso “fazer mais com menos”. E a validade desse conceito foi comprovada com folga analisando-se os resultados divulgados pelas empresas abertas referentes ao segundo trimestre de 2021.

É possível ter certeza disso mesmo sem a necessidade de olhar os números. O simples fato de boa parte das empresas ter adotado graus mais ou menos intensos de trabalho remoto é uma prova disso. Ao deixar parte ou todos os seus colaboradores em casa, as empresas não apenas conseguiram melhorar a produtividade das pessoas – que ganharam algumas horas por não terem de se desviar do trânsito das grandes cidades –, mas também reduziram custos fixos, racionalizando o uso de espaço físico nos escritórios.

Há mais fatores, esses externos às empresas. A pandemia foi uma experiência dura, tanto para as pessoas físicas quanto para as jurídicas. Infelizmente, muitas empresas não sobreviveram à retração de seus negócios. Porém, mesmo encolhendo e mudando de forma, a demanda continuou existindo. Os consumidores mudaram seus hábitos, mas não deixaram de consumir. E isso favoreceu as empresas que tinham mecanismos azeitados e finanças sólidas, especialmente as companhias abertas.

Não é um acaso. Ao listar suas ações em bolsa, as empresa ganham acesso a capital mais abundante e, em alguns casos, mais barato do que os financiamentos bancários. Isso lhes permite levantar recursos para fazer movimentos estratégicos, como aquisições. Só por esses pontos, que são intuitivos, é possível imaginar que os resultados das empresas deveriam melhorar em 2021 em comparação com 2020, apesar de os riscos da pandemia ainda permanecerem. Porém, uma análise rápida dos números comprova isso.

 

Números positivos

Consideramos aqui o universo de 262 empresas abertas que divulgaram resultados no primeiro e no segundo trimestres deste ano e de 2020, e comparamos esses números. Em termos absolutos, o resultado do primeiro semestre do ano passado foi um mar vermelho. Somados, os números da última linha do balanço dessas companhias resultaram em um prejuízo de 33,2 bilhões de reais. Para comparar, o resultado de 2021 mostra um lucro agregado de 284,8 bilhões de reais.

Porém, os números de 2020 têm uma distorção. boa parte disso decorreu de uma única empresa, a Petrobras. A estatal perdeu 51,2 bilhões no primeiro semestre do ano passado, e lucrou 44 bilhões nos seis primeiros meses deste ano. Sem considerar seus números, o lucro de 261 companhias no primeiro semestre do ano passado foi de 18 bilhões de reais. Neste ano, foram 240,8 bilhões de reais. Uma alta de 1.235 por cento.

Esse resultado, isoladamente, e capaz de demonstrar de maneira inequívoca a recuperação das empresas. Porém, há mais pontos que comprovam essa tese. Em 2020, 171 das 262 empresa analisadas tiveram prejuízo, algo como 34,7 por cento. É um número elevado. Significa que mais do que uma a cada três empresas não conseguiu gerar dinheiro suficiente para cobrir seus custos, pagar seus impostos e remunerar o capital dos acionistas.

Neste ano, a proporção caiu para 18,3 por cento, com 48 empresas divulgando prejuízos. Apenas seis companhias que lucraram em 2020 tiveram prejuízos em 2021. A grande maioria apresentou lucro e, as que mostraram resultados negativos, tiveram perdas menores do que as sofridas no ano passado. A proporção caiu à metade, com apenas uma em cada sete empresas tendo problemas. Além dos valores em si, essa proporção mostra que a recuperação do desempenho não ficou restrita a um ou outro setor, mas se espalhou por diversas áreas de atividade da economia.

 

Destaque nos resultados

O caso mais emblemático é o da mineradora Vale (VALE3). Além da crise, ela teve de lidar com as consequências trágicas do acidente em Brumadinho. Mesmo assim, ela conseguiu lucrar 101 bilhões de reais no primeiro semestre deste ano, alta de quase 1.300 por cento em relação à metade inicial de 2020.

Os resultados dos bancos foram positivos, mas menos uniformes. Itaú Unibanco (ITUB4) e Bradesco (BBDC4) apresentaram resultados muito semelhantes. Ambos lucraram 10 bilhões de reais no primeiro semestre de 2020 e quase 19 bilhões em 2021, com altas ao redor de 78 por cento. O Santander Brasil (SANB11) apresentou um crescimento menor, mas seu resultado ficou estável. O banco vem lucrando quase 10 bilhões de reais no primeiro semestre, isso em 2020 e neste ano. Já o Banco do Brasil (BBAS3) mostrou um crescimento de 45 por cento nos lucros, de 9,6 bilhões para 14 bilhões de reais.

Finalmente, Petrobras. A estatal saiu de um prejuízo de quase 100 bilhões no primeiro semestre do ano passado para um lucro de 45,2 bilhões em 2021. A alta dos preços do petróleo e um câmbio favorável garantiram o bom resultado.

Essa análise de números não tem de ser entendida como uma avaliação em profundidade das empresas, muito menos como uma recomendação (ou não) de investimentos. A exceção é Petrobras (PETR3/PETR4), que, por ser estatal e sujeita a usos políticos de seu balanço, fica fora das recomendações da Levante Ideias de Investimentos. Esse passeio rápido pelas últimas linhas de 262 balanços comprova apenas que o Brasil corporativo vem mostrando uma resistência e uma resiliência inesperadas à crise.

Abraços,

Equipe Levante

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - NFT
E eu com isso

Os NFTs são a arte do lucro

NFT parece ser a sigla de um título público. Algo como Notas Financeiras do Tesouro. Nada disso. NFT é a abreviatura de Non-Fungible Tokens, ou

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

PEC dos precatórios

Nesta quinta-feira (16), a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados votou e aprovou, por 32 votos a 26, a PEC (Proposta

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.