Política sem Aspas

Todo carnaval tem seu fim

O carnaval deste ano me fez lembrar de Jânio Quadros, 22º presidente do Brasil. O político foi eleito em 1960 com aproximadamente 41% dos votos, desbancando o sucessor de Juscelino Kubitschek, Henrique Teixeira Lott (PSD).

Jânio foi uma surpresa à época. Juscelino era querido por uma grande massa e acelerou muitos investimentos no país. O custo dos “50 anos em 5”, no entanto, foi o fim de mandato com alto endividamento e inflação no país. Nesse contexto, o PSD não conseguiu emplacar seu candidato.

Leia o meu artigo completo no site da Investing.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Logo Gestora Pátria
E eu com isso

Gestora Pátria avalia IPO

Uma das maiores gestoras de Private Equity brasileiro, o Pátria, avalia uma abertura de capital (IPO) na B3. A listagem seria um meio de saída

Read More »
E eu com isso

 O avanço das vacinas

Gradualmente, o que era uma esperança transforma-se em realidade, e a perspectiva de uma vacinação em massa contra do coronavírus passa a ficar mais próxima.

Read More »
E eu com isso

Leilão da CEB

Na sexta-feira (04) vai ocorrer o leilão para privatização da Companhia Energética de Brasília, também conhecida como CE. Nele será vendida a subsidiária CEB-D, responsável

Read More »
E eu com isso

Reeleição no Congresso

Conforme previsto, foi só as eleições municipais chegarem ao fim para que Brasília voltasse suas atenções para as eleições das Mesas Diretoras da Câmara e

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel