gabinete(3)

Gabinete Anticaos – Ep. Final

Olá, investidores.

Tudo bem?

Em 12 de março lançamos o Gabinete Anticaos, preocupados com o momento de extrema volatilidade pelo qual a Bolsa de Valores brasileira estava passando naquele momento. O novo coronavírus não tomou conhecimento das fronteiras e rapidamente se tornou um desafio a ser superado em escala global. 

Um dia antes de lançarmos esta série, gratuita e irrestrita, a Organização Mundial da Saúde (OMS) havia dado ao vírus o status de pandemia. Preocupados com os mais de 1 milhão de brasileiros que entraram na Bolsa nos últimos 12 meses, posicionamo-nos da melhor maneira que encontramos: montamos o Gabinete Anticaos para ajudar todo os investidores a superarem a tempestade que castigava os ativos brasileiros e do mundo todo. 

Encaramos a realidade tal qual era se apresentava. Deixamos claro para todos aqueles que nos acompanhavam, clientes ou não, que os dias seguintes não seriam fáceis para ninguém. Quedas bruscas, como os -14,78% do Ibov no dia do lançamento desta série, ou ainda os -13,92% do pregão do dia 16 de março, não eram nada triviais, mas tampouco impossíveis. 

Em que se pese o grande desafio imposto pela explosão repentina da incerteza, ficou claro que o caos tinha prazo de validade. Cientes disso, nos prontificamos a ficar lado a lado com você, investidor, custasse o que custasse. Como escrevemos no primeiro episódio, tínhamos “uma certeza: todo o time de análise da Levante segue reunido para estar ao seu lado, pronto para te ajudar”.

Sob essa visão, produzimos 39 relatórios e mais de 20 horas de gravação, atravessando seis circuit breakers, quase dois meses de aberturas e fechamentos de mercado, aumentos e quedas do Ibovespa, tudo isso junto a vocês, investidores Pessoa Física. Trouxemos a experiência de décadas de toda a nossa equipe de análise para entregar o melhor diagnóstico possível sobre as reações do mercado à Covid-19 e seus impactos.

Na primeira semana do Gabinete, o Ibovespa oscilou fortemente. Nossa ordem, diante disso, foi para segurar firme as posições e nada mais – o mercado estava irracional. Dito e feito: no dia 23 de março, o Índice chegou a encostar nos 62 mil pontos, 20 mil pontos a menos que o fechamento do pregão em que soltamos o primeiro episódio do Gabinete e -45% no acumulado de 2020A nossa responsabilidade, desde o início, era nos posicionarmos. Foi o que fizemos.

Analisamos os desdobramentos do momento a partir de diversos filtros: macroeconomia, análise política, valuation e visão geral do mercado de ações, comparando a situação a outros momentos do passado e colocando a experiência da equipe da Levante ao lado dos leitores neste momento único do mercado.

As águas de março ficaram para trás e, pregão por pregão, a irracionalidade foi dando espaço às oportunidades. Ficamos ao seu lado para reforçar a sua resiliência e não deixar o psicológico tomar conta das decisões de investimento. Atravessamos juntos os dias mais difíceis.

Ainda que a sociedade como um todo ainda enfrente enormes desafios, acreditamos que o caos com um alto nível de incerteza está ficando no passado. Afirmamos isso porque os primeiros dados sobre os impactos do coronavírus já foram vistos, com indicadores e resultados de empresas, e o mercado já consegue atualmente precificar melhor os seus impactos e riscos existentes. Um mercado caótico é um mercado que não consegue entender o futuro e seus riscos de maneira minimamente clara.  

No curto e médio prazos, ainda teremos uma série de desafios nos campos da saúde pública, econômicos, políticos e sociais, e nós, da Levante, continuaremos nosso trabalho ao lado dos investidores, ajudando-os a navegar nestas águas ainda um tanto incertas. No entanto, acreditamos no potencial de médio e longo prazo do Brasil – e o futuro nos parece promissor. 

Desde o pior dia do Gabinete até hoje, o Ibovespa apresentou aumento de quase +23 por cento. Não há muito tempo, o mercado brasileiro flertava com os 120.000 pontos. O terreno dos investimentos é duradouro e pode render bons frutos. Enxergamos o mercado brasileiro em processo de amadurecimento, mas certamente muitos investidores saem com boas lições das últimas semanas. 

Gostaríamos de agradecer a todos que nos acompanharam por meio da série Gabinete Anticaos. A nossa parceria foi fundamental para que o pior pudesse ficar para trás. A série chega ao seu fim, com nossa equipe partilhando da sensação de ter dado o máximo para auxiliar você, investidor, no mundo dos investimentos. Foram centenas de horas de trabalho de um time de profissionais, a única coisa que pedimos em troca foi a sua atenção e o pedido para você tomar as atitudes racionais e corretas.

O trabalho não para por aqui; muito pelo contrário, é só o começo. Nossos clientes vão continuar recebendo o melhor das análises por meio dos nossos tradicionais relatórios – mais aprofundados e feitos sob medida para o tipo de investimentos que mais lhes interessa.

Gostaria de agradecer todos pela relação diária que tivemos nos últimos 2 meses, pelo carinho, pelas mensagens de agradecimento, elogios. E mesmo longe, nos sentimos próximos.

Todos os textos, vídeos e podcasts que produzimos ao longo desses 50 dias continuarão à disposição dos leitores. O material está reunido no hotsite do Gabinete Anticaos.

Muito obrigado e um abraço,

Equipe Gabinete Anticaos

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Artigos

Resultados do 2T20 da CVC

A CVC (CVCB3) apresentou nesta segunda-feira (20), após o fechamento do mercado e com atraso, seus resultados do segundo trimestre de 2020. Como era de

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte I

No Comentário de nº 9 da Instituição Fiscal Independente, “Considerações sobre o teto de gastos da União”, Felipe Salto, Daniel Couri e Josué Pellegrini recortam

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel