Levante Ideias - Banco Inter

Stone e Inter podem ampliar acordo comercial

Na sexta-feira (24), foi noticiado através de veículos que a Stone (NASDAQ: STNE) estaria ampliando o acordo societário e comercial firmado com o Inter (BIDI11) em maio deste ano.

Segundo estes veículos, a conversa abordaria até a potencial fusão entre as companhias, fato ainda não confirmado por ambas empresas.

Como fatores que embasam a ampliação do acordo, destacamos que as companhias já possuem certa proximidade, com a Stone tendo ancorado o follow-on do Inter no meio do ano e virado acionista minoritária relevante do mesmo, o que abre espaço para futuros negócios conjuntos entre as empresas.

Cabe ressaltar, entretanto, que, apesar de seus negócios serem complementares, a discussão acerca de uma extensão do acordo ainda é incipiente e pode não avançar.

E Eu Com Isso?

Apesar de ainda incerta, a notícia traz um viés positivo para a Stone (NASDAQ: STNE), que teve seu BDR STOC31 atingido o pico de R$ 216,52 às 12h55, na sexta-feira (24), quando a notícia foi veiculada.

Para a companhia, em especial, trata-se de um momento delicado, com a mesma tendo frustrado bastante o mercado com suas perdas na vertical de crédito, recentemente.

Nesse contexto, a experiência e balanço do Inter poderiam ajudar a amortecer eventuais novos impactos na carteira de crédito da Stone, justificando o impacto positivo na ação com a sugestão de ampliação de negócios.

A fintech de meios de pagamento, por sua vez, tem uma movimentação financeira de volume relevante e carteira extensa de clientes, o que também seria benéfico ao Inter.

Ainda que o negócio das companhias seja bastante complementar, entendemos que a execução de uma combinação de operações seria complexa, com as companhias operando hoje em domicílios diferentes e possuindo culturas próprias muito fortes, assim como a presença dos controladores e fundadores na gestão.

Nesse sentido, a reorganização em processo no Inter, que visa listar a companhia em bolsa americana até o final deste ano, deve ajudar com o avanço do processo, caso este se mostre viável.

Por fim, cabe ressaltar que as negociações ainda são preliminares, porém não descartando uma potencial combinação de negócios entre as companhias.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Banco Inter (BIDI11) compra fintech americana.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.