Segunda turbulenta – 10/06

Segunda turbulenta

Trump suspendeu a ideia de impor tarifas ao México e os dados da balança comercial chinesa surpreenderam positivamente. Assim, dois fatos positivos deixam os mercados internacionais mais tranquilos. As exportações chinesas subiram +1,1 por cento e as importações caíram -8,5 por cento, ante a expectativa de queda de -4 por cento. Há quem diga que os chineses estão colocando rótulos de “made in Vietnam” para fugirem das taxações.

As notícias boas acabam por aí. As atenções se voltam ao ministro da Justiça, Sergio Moro. Segundo o site The Intercept, ele interferiu nas investigações da Lava Jato – sugeriu trocar a ordem das fases e deu conselhos aos procuradores. Agora cada linha das conversas será lida e interpretada, com grupos pró e contra Moro. Por isso, devemos acompanhar cada novo possível desdobramento e as reações do cenário político.

Semana será agitada em Brasília. Bolsonaro está empenhado em ter os recursos emergenciais do Orçamento aprovados. Caso contrário, não conseguirão honrar o pagamento de aposentadorias, Bolsas Família, dentre outros benefícios. Isso porque o governo não pode descumprir a “regra de ouro” (emitir dívidas para pagar despesas correntes), sob o risco de cometer crime de responsabilidade.

E Eu Com Isso?

O cenário local deverá ditar o ritmo dos mercados. A  tramitação de projetos sensíveis no Congresso deve sofrer algum atraso daqui para frente devido a uma eventual obstrução da oposição, enquanto não há clareza das consequências do vazamentos de conversas do ministro Moro.

Dessa forma, o cenário positivo lá de fora não será suficiente para deixar o daqui bom. Perspectiva de dia negativo para os ativos locais.  

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.