Levante Ideias - Tesla

Resultados da Tesla (TSLA) do 4T21

A Tesla (TSLA), fabricante de veículos elétricos com maior notoriedade no mundo, divulgou nesta quarta-feira (26), após o fechamento do mercado, seus resultados do quarto trimestre de 2021. A companhia já havia divulgado a sua prévia de produção e entregas no começo do mês, que foram bastante encorajadoras.

No período, foram entregues 308,6 mil veículos, praticamente todos do modelo 3/Y. Com isso, o total de veículos produzidos no ano foi de 936 mil, crescimento de 87% ano contra ano.

A receita de veículos incluindo créditos regulatórios foi de US$ 15,96 bilhões, crescimento de 71% ano contra ano. A margem bruta “ex” créditos foi de 29,2%, expansão de 8,5 pontos percentuais contra a base do 4T20. Já as receitas totais, que incluem também o segmento de geração de energia e serviços foi de US$ 17,2 bilhões, crescimento de 65%. O resultado veio em linha com o esperado.

Margens: além da expansão da margem bruta, o Ebitda ajustado foi de US$ 4,09 bilhões, crescimento de 121%. Logo, a margem operacional fechou o trimestre em 23,1%, expansão de 5,8 pontos percentuais contra o 4T20.

O lucro por ação ajustado foi de US$ 2,54, acima das expectativas, que giravam em torno dos US$ 2,4. Por fim, a geração de caixa livre foi de US$ 2,77 bilhões, totalizando US$ 5,01 bilhões no ano. Contra 2020, o crescimento nesta métrica foi de 80%.

E Eu Com Isso?

O resultado da Tesla veio bastante sólido e um pouco acima das expectativas, principalmente em termos de margens. Sem dúvidas, 2021 foi um ano que colocou a companhia em outro patamar em termos de fundamentos. Esperamos impacto positivo no preço das ações “TSLA” no curto prazo.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Elon Musk vende US$ 934 milhões em ações da Tesla.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.