Levante Ideias - Itaúsa (ITSA4)

Resultados da Itaúsa (ITSA4) do 3T21

A Itaúsa (ITSA4) divulgou seus resultados referentes ao terceiro trimestre de 2021, nesta segunda-feira (08), após o fechamento do mercado. Os números reportados pela holding vieram sólidos e apresentaram crescimento nas principais linhas, com destaque para o forte desempenho na linha do lucro líquido recorrente.

O lucro líquido totalizou R$ 2,4 bilhões no 3T21, 32% superior ao 3T20, decorrente do maior resultado de equivalência patrimonial e maior custo da holding, e dos efeitos não recorrentes destacados a seguir.

O lucro líquido recorrente foi de R$ 2,67 bilhões, 35,4% superior ao 3T20. Na comparação do acumulado dos 9 primeiros meses do ano (9M21), o lucro líquido recorrente foi 76,6% superior ao 9M20.

O lucro líquido foi afetado por eventos não recorrentes, que totalizaram efeito negativo de R$ 313 milhões no 3T21. No Itaú Unibanco, destaca-se o impacto negativo da majoração da alíquota da CSLL. Na Dexco, as despesas relacionadas ao projeto de celulose solúvel da LD Celulose, ainda em fase pré-operacional, e os créditos tributários decorrentes da ação de exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e COFINS são os principais eventos não recorrentes.

Por fim, na Copa Energia houve efeito positivo não recorrente relativo à alienação de ativos à Fogás, bem como despesas com a integração dos negócios entre Copagaz e Liquigás.

O Resultado Financeiro atingiu R$ 73 milhões de despesa no 3T21, aumento de R$ 70 milhões comparativamente ao 3T20, e decorre, principalmente, das novas debêntures emitidas para financiar as aquisições de participação acionária na Copa Energia e na Aegea Saneamento, além de maiores despesas com juros em decorrência da maior taxa básica de juros no período, parcialmente compensado pela maior rentabilidade do caixa.

Nos últimos 12 meses, findos em 30 de setembro de 2021, a Itaúsa declarou proventos brutos de R$ 2,6 bilhões. Com isso, os investidores que permaneceram como acionistas nesse período fizeram jus ao recebimento de R$ 0,3140 por ação em dividendos e JCP que, divididos pela cotação da ação preferencial em 30 de setembro, resultaram em 2,8% de dividend yield.

E Eu Com isso?

A Itaúsa reportou resultados sólidos e consistentes, fruto do melhor desempenho de todos os negócios. Dessa forma, esperamos um impacto positivo nas ações da Itaúsa (ITSA4) no curto prazo.

O resultado recorrente proveniente das empresas investidas, refletido na Itaúsa no 3T21, foi de R$ 2,81 bilhões, incremento de 38% sobre o 3T20, resultante, principalmente, do melhor resultado do Itaú Unibanco em função do crescimento da carteira de crédito, a melhor margem financeira e menor despesa com Perdas Esperadas com Operações de Crédito, além da gestão eficiente nas Despesas Gerais e Administrativas, que, no período, ficaram abaixo da inflação.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Resultados da Itaúsa (ITSA4) do 2T21.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

O dilema do Copom

Nesta semana será realizada a última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) de 2021. A certeza de que a taxa referencial Selic será elevada

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Detalhes finais

O início de semana é mais morno em Brasília. Dois assuntos devem ser destaque, durante essa semana, nos corredores do Congresso Nacional, Esplanada dos Ministérios

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.