Jornais - Levante Ideias

Quem lê tanta notícia?

Sextou! Porém, a semana se encerra com um cenário difícil de interpretar pelo investidor. A sexta-feira traz notícias boas e ruins, e isso exige um raciocínio extra na hora de montar sua estratégia de investimento. Vamos analisar os principais fatos desta sexta-feira.

Em primeiro lugar, a inflação, divulgada na manhã desta sexta-feira pela Fundação Getulio Vargas (FGV). As commodities voltaram a pressionar os preços para cima, e o IGP-M de maio registrou uma inflação de 4,01 por cento, muito acima do 1,51 por cento de abril.

Em maio, o minério de ferro subiu 20,64 por cento, a cana-de-açúcar avançou 18,65 por cento e o milho subiu 10,48 por cento. Isso puxou os preços no atacado, cuja inflação em maio foi de 5,23 por cento ante 1,84 por cento em abril.

A inflação no varejo subiu de 0,44 por cento para 0,61 por cento, e os preços da construção avançaram 1,80 por cento em maio ante 0,95 por cento no mês anterior. Notícia ruim.

Na véspera, a Secretaria do Tesouro divulgou o resultado primário do governo central em abril. As contas registraram um superávit primário de 16,492 bilhões de reais. Foi o melhor resultado para um mês de abril desde 2014, quando o superávit mensal corrigido pela inflação havia sido de 23,436 bilhões de reais.

Em abril de 2020, a perda de arrecadação decorrente da primeira onda da Covid-19 e os gastos emergenciais haviam feito o resultado primário registrar um rombo de quase 93 bilhões de reais. Notícia boa.

Na quarta-feira, dia 26, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), vinculado ao Ministério das Minas e Energia, divulgou a Ata de sua 247ª reunião, realizada no dia 5 de maio. Diferentemente da linguagem habitual dos burocratas, o comunicado é claro.

Os reservatórios permanecem baixos, destacadamente no Sudeste/Centro-Oeste, com 34,7 por cento de capacidade, e o volume de água que chegou aos reservatórios entre os meses de setembro de 2020 e abril de 2021 foi o pior em 91 anos de histórico. E como estamos começando o inverno, quando chove pouco, o CMSE não descarta a hipótese de racionamento de energia. Notícia péssima.

Na quinta-feira (27), o Bureau of Labor Statistics (BLS) dos Estados Unidos divulgou a segunda revisão para o Produto Interno Bruto (PIB) americano no primeiro trimestre, indicando um crescimento robusto de 6,4 por cento. Notícia ótima.

Nos últimos dias o número de internações e contaminações pela Covid-19 vem crescendo no Brasil, aumentando os temores de uma terceira onda da pandemia. Notícia péssima.

Sim, é confuso. E se acompanhar e interpretar o noticiário já é trabalhoso, montar uma estratégia de investimentos compatível com esse cenário tão incerto traz dificuldades adicionais.

Por isso, o nome do jogo, aqui, é diversificação. E o mercado acionário é o ideal para isso. Apenas na Bolsa é possível encontrar alternativas de investimento que sejam beneficiadas pela alta do IGP-M (como algumas empresas do setor imobiliário), pela melhora das contas públicas, pela perspectiva de alta nos preços da energia (algumas empresas elétricas) e até mesmo por uma eventual volta das medidas de isolamento (como o varejo de alimentos, por exemplo).

Claro, com a competência comprovada do time de analistas da Levante Ideias de Investimentos para escolher as melhores alternativas.

Indicadores

A inflação americana ao consumidor de abril superou as expectativas. O índice Core Personal Consumption Expenditures (PCE) subiu 3,1 por cento nos 12 meses até abril, acima do consenso do mercado, que era de 2,9 por cento.

Nos 12 meses até março, o Core PCE havia subido 1,9 por cento. Esse indicador mostra o núcleo da inflação para o consumidor e é um dos principais balizadores para o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) formular sua política monetária.

E Eu Com Isso?

A sexta-feira começa com os contratos futuros de Ibovespa sem tendência definida e próximos da estabilidade. Já os contratos futuros do índice americano S&P 500 indicam uma leve alta.

Apesar de a inflação americana ter vindo acima do esperado, os preços não registraram uma explosão em abril, como era temor de boa parte dos investidores. Isso, e o fato de que a segunda-feira é um feriado nos Estados Unidos, amorteceu o impacto da notícia. As notícias são positivas para a Bolsa em um cenário de volatilidade.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Mercado brasileiro tem segundo melhor fechamento da história.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Votação
E eu com isso

Reforma eleitoral

Nesta quarta-feira (23), chega à Câmara dos Deputados uma das três frentes do projeto de reforma eleitoral, liderado pela deputada Margarete Coelho (PP-PI), que promove

Read More »
Levante Ideias - Selic
E eu com isso

A Selic ameaça a bolsa?

Está lá, em todos os livros-texto que tratam de investimentos. Juros e bolsa apresentam movimentos opostos. Quando os juros sobem, a atividade econômica desacelera. O

Read More »
Levante Ideias - 3R Petroleum
E eu com isso

Aquisição da 3R Petroleum

A 3R Petroleum (RRRP3) anunciou, na manhã desta terça-feira (22), a aquisição da Duna Energia, detentora e operadora dos campos de Ponta do Mel e

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel