(Fonte: Divulgação)

Petrobras (PETR3/PETR4): Relatório de produção do primeiro trimestre

A Petrobras (PETR3/PETR4) divulgou na segunda-feira (27), após o fechamento do mercado, seus números de produção e vendas referentes ao primeiro trimestre de 2020.

A produção de óleo e gás alcançou a marca de 2,909 milhões de barris de óleo equivalente (BOE/dia), o que representa um avanço de 14,6 por cento no comparativo com o mesmo período do ano passado e redução de 3,4 por cento no comparativo com o trimestre anterior. A produção ficou estável no trimestre, se considerado o ajuste pelos ativos vendidos.

Já a produção na camada do pré-sal atingiu a marca de 1,543 milhão de barris por dia (53 por cento do total) no primeiro trimestre, representando aumento de 48,9 por cento contra o primeiro trimestre de 2019. Em 2019, a parcela de produção no pré-sal fechou em 46 por cento do total no ano e 38 por cento em 2018. Este aumento período após período da participação do pré-sal nas operações da Petrobras faz parte do seu planejamento estratégico em focar na eficiência e maiores retornos sobre o capital investido.

A prévia operacional da Petrobras foi boa e demonstrou que a companhia está seguindo no caminho certo, mesmo diante de todo cenário global negativo para a commodity neste ano. 

Esperamos impacto positivo no preço das ações (PETR3 e PETR4), mas outros drivers podem agir em paralelo a estas informações, como o cenário político doméstico e as fortes oscilações no preço internacional do barril do petróleo.

No ano, as ações preferenciais da Petrobras (PETR4) recuam 45,5 por cento, ante queda de 32,3 por cento no Ibovespa.

Os efeitos negativos devido a pandemia da Covid-19 tiveram impacto limitado no primeiro trimestre em termos de produção e devem ser sentidos com maior força no segundo trimestre, quando o nível produzido será afetado pelas reduções já anunciadas pela empresa.

No início de abril a Petrobras decidiu reduzir a produção de petróleo para 2,07 milhões de barris por dia e diminuiu o fator de utilização das suas refinarias para 60 por cento (de 79 por cento anteriormente). No entanto, com a uma melhora na demanda por seus produtos, a companhia decidiu elevar o ritmo de produção para 2,26 milhões de barris dia e aumentar um pouco a utilização do refino.

A gestão da Petrobras vem buscando a venda de ativos não prioritários para se concentrar no pré-sal, onde a estatal possui vantagens competitivas e custos de extração baixos. O plano estratégico da companhia mostra-se preocupado em obter retornos sobre o capital investido de forma sustentável, e os recentes resultados têm apontado para um sucesso parcial disso.

O principal catalisador das ações da Petrobras (PETR3/PETR4) é a volta do equilíbrio entre a oferta e a demanda por petróleo e combustíveis ao redor do mundo. O controle da curva de contágio do Covid-19 e a volta da quarentena poderá impulsionar a retomada gradual na demanda por combustíveis.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Portos no Brasil sentem o impacto da Covid-19 (STBP3)

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte I

No Comentário de nº 9 da Instituição Fiscal Independente, “Considerações sobre o teto de gastos da União”, Felipe Salto, Daniel Couri e Josué Pellegrini recortam

Read More »
E eu com isso

Redução de jornada até dezembro

O presidente Jair Bolsonaro assinou, ontem (13) a prorrogação da redução proporcional de jornada e salários e suspensão temporária do contrato de trabalho, medidas previstas

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel