bandeira-eua-div

Pedidos de seguro-desemprego atingem 3,283 milhões na semana

A quarta-feira (26) começou com um susto. O Departament of Labor, equivalente à Secretaria do Trabalho dos Estados Unidos divulgou às 9:30 (horário de Brasília) que os pedidos iniciais de seguro-desemprego para a a semana encerrada em 21 de março. O número veio muito pior do que as expectativas. No período de sete dias, 3,283 milhões de americanos solicitaram o benefício do seguro-desemprego, uma alta de 3,001 milhões em relação aos 282 mil pedidos da semana anterior. Foi o nível mais alto da série histórica. Só para comparar, até então o pior nível de pedidos iniciais de seguro-desemprego haviam sido os 695 mil de outubro de 1982.

RELATÓRIO DE INFLAÇÃO

O Banco Central (BC) divulgou o Relatório de Inflação do primeiro trimestre nesta quarta-feira (26). Após analisar detalhadamente o impacto da pandemia sobre a economia mundial, o BC avalia que a inflação está em baixa. O prognóstico para o ano fechado de 2020 é de uma variação de 3,0 por cento no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), abaixo dos 3,6 por cento previstos no relatório anterior. O BC também avalia que a probabilidade de a inflação ficar acima do teto da meta para 2020 é de apenas 2 por cento, ao passo que a probabilidade de a inflação ficar abaixo do piso da meta é de 33 por cento. Para este ano, a meta de inflação é 4 por cento, com 1,5 ponto percentual de tolerância para cima ou para baixo. Assim, a faixa admitida do IPCA vai de 2,5 por cento a 5,5 por cento em 2020.

INDICADORES

A Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgou dois indicadores do setor de construção civil nesta quarta-feira. O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) subiu 0,38 por cento em março. Levemente acima dos 0,35 por cento de fevereiro. O índice referente à Mão de Obra subiu 0,40 por cento em março, acima dos 0,04 por cento em fevereiro, e o índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços variou 0,35 por cento, abaixo dos 0,71 por cento de fevereiro.

Se os preços subiram levemente, o Índice de Confiança da Construção (ICST) apresentou a segunda retração consecutiva em março, caindo para 90,8 pontos, 2,0 pontos abaixo dos 92,8 pontos de fevereiro. No entanto, apesar de duas quedas consecutivas, a média do índice no primeiro trimestre de 2020 é de 92,6 pontos, uma alta de 2,7 pontos ante a média do quarto trimestre de 2019, que foi de 89,9 pontos.

As expectativas para os próximos três e seis meses pioararam. O Índice de Expectativas (IE-CST) cedeu 3,5 pontos, para 95,5 pontos, o menor valor desde junho de 2019, quando registrou 92,9 pontos. O indicador de demanda prevista apresentou queda de 3,6 pontos, para 96,1 pontos, enquanto o indicador de tendência dos negócios para os próximos seis meses caiu 3,5 pontos, para 94,8 pontos.

Segundo Ana Maria Castelo, Coordenadora de Projetos da Construção da FGV IBRE, a disseminação do coronavírus ainda não houve impacto expressivo nos negócios em março, mas o Indicador de Expectativas já aponta uma deterioração do cenário. “O segmento de Serviços Especializados, formado por um conjunto de pequenos empreiteiros, certamente sentirá mais e já em março”, diz ela.

A divulgação de um nível de pedidos de seguro-desemprego muito acima do esperado – as projeções eram de um recorde, mas de um milhão de pedidos – deverá atenuar o impacto positivo do pacote de ajuda de 2 trilhões de dólares aprovado pelo Congresso americano na terça-feira (25). O impacto sobre os mercados deve ser intenso na abertura dos negócios. Os contratos futuros de S&P 500 estão em queda de 1,03 por cento. Os contratos futuros de Ibovespa, que haviam iniciado o dia em alta de 1,24 por cento, reduziram a valorização, a certeza é que teremos mais volatilidade.

* Esse conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Pacotes de estímulo à economia sustentam fortes altas nas ações

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Artigos

Números da Vivo

A Telefônica Brasil (VIVT3/VIVT4) apresentou nesta terça-feira (27), após o fechamento do mercado, o seu resultado do 3T20 e que, na nossa avaliação, foi regular

Read More »
Artigos

BTG compra corretora Necton

Na onda de consolidação do mercado em busca de capturar o número crescente de CPFs na bolsa, o BTG Pactual fechou a aquisição da Necton

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte II

Na primeira parte dessa dupla de textos, concentrei-me em elencar e dissertar acerca das principais regras fiscais em voga hoje no Brasil. Naquela ocasião, deixei

Read More »
Artigos

Política acima de tudo!

O mercado vive uma certa trégua em relação à volatilidade mais acentuada de algumas semanas atrás. Discussões importantes foram adiadas para depois das eleições. Quem

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel