Brasília - E Eu Com Isso - Levante

O tempo não para em Brasília

A semana em Brasília será bastante movimentada, mesmo com o feriado nacional de Tiradentes nesta próxima quarta-feira (21). No radar, dois acontecimentos bastante importantes do ponto de vista político: a sanção presidencial do Orçamento de 2021, que tem tirado o sono de articuladores políticos do Executivo e Legislativo desde que o projeto foi aprovado no Congresso; e a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19.

Enquanto a CPI deve iniciar seus trabalhos na próxima quinta (22), o Orçamento tem até o mesmo dia para ser sancionado, mas o presidente Bolsonaro pode bater o martelo antes do prazo final. O Planalto atua para permitir um desfecho positivo em ambas as frentes.

No caso da CPI, o grande desafio é resistir à provável indicação do senador Renan Calheiros (MDB-AL) para a relatoria do colegiado. Em articulação encabeçada pelo líder do governo na Casa, senador Fernando Bezerra (MDB-PE), ainda se busca emplacar o senador Marcos Rogério (DEM-RO), mais próximo ao governo, para a função. Para a presidência da comissão, já há acordo para o senador Omar Aziz (PSD-AM), um nome mais independente e considerado bastante sereno para comandar os trabalhos.

Já em relação ao Orçamento, o desfecho segue nebuloso, à medida que o Legislativo não quer abrir mão do que foi acordado com o próprio governo, mas este reluta em sancionar integralmente o texto sob pena de responsabilização posterior, o que poderia levar a um processo de impeachment. Nesse contexto, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) têm visto sua relação passar por momentos de instabilidade.

Por fim, vale mencionar que o cronograma da reforma administrativa (PEC 32/2020) deve ser apresentado pela presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputada Bia Kicis (PSL-DF), juntamente com o relator Darci de Matos (PSD-SC), ainda nesta semana. As sessões de audiências públicas estão previstas para começar na última semana de abril, com duas reuniões por semana, e a equipe econômica está confiante quanto ao andamento da matéria no Congresso ainda no primeiro semestre.

E Eu Com Isso?

Diante de uma semana encurtada, investidores vão ficar especialmente atentos ao desfecho desses dois temas e suas implicações para o relacionamento do Executivo com o Legislativo, assim como os desafios do Planalto no que se refere à governabilidade e popularidade. Entende-se que a CPI da Covid traz um risco adicional para a imagem de Bolsonaro, mas os rumos da comissão seguem ainda muito indefinidos – como qualquer CPI, nunca se sabe onde ela vai acabar.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: O impasse continua.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Federal Reserve
E eu com isso

O Fed e a China

A terça-feira (27) começa com os mercados sob forte expectativa do que vai ocorrer nas principais economias. Há pontos que demandam atenção nos Estados Unidos,

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

Veto ao fundão

O presidente Bolsonaro confirmou, nesta segunda-feira (26), que deve vetar o montante de R$ 5,7 bilhões destinados ao Fundo Especial de Financiamento de Campanhas (mais

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel