FMI - Levante Investimentos

O FMI recomenda cautela aos BCs

Na manhã desta terça-feira, o Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgou uma de suas principais publicações, o Panorama Econômico Mundial (World Economic Outlook), edição 2021. O Panorama é um resumo das expectativas do Fundo para os principais indicadores mundiais, como o crescimento econômico, a inflação e os níveis de emprego. Recentemente, Kristalina Georgieva, diretora-gerente do Fundo, informou que a projeção do FMI para o crescimento mundial em 2021 havia subido para 5,5 por cento, e para 4,2 por cento em 2022, principalmente devido aos gastos americanos e ao aumento da oferta de vacinas.

Na avaliação do Fundo, o combate econômico à pandemia foi capaz de evitar instabilidades financeiras e preservar, em certa medida, as economias de danos permanentes. Para o FMI, embora as perdas de médio prazo devam ser menores do que as registradas após a crise financeira global de 2008, elas ainda são substanciais. A estimativa do Fundo é que em 2024 o Produto Interno Bruto (PIB) mundial estará cerca de 3 por cento abaixo do que o previsto antes da pandemia. “Espera-se que os mercados emergentes e as economias em desenvolvimento sofram mais do que as economias avançadas”, segundo o Panorama.

Segundo o Fundo, o movimento esperado de fim dos estímulos monetários pelos países desenvolvidos pode ter consequências graves se não for conduzido com cuidado. Segundo o Panorama, “nossa análise sugere que, embora um aperto nos Estados Unidos devido a economia possa ser benéfico para os países emergentes, um aperto surpresa pode provocar saídas de capital desses mercados”.

Esses comentários são mais importantes do que parecem à primeira vista, pois chancelam uma atuação mais cautelosa e global dos principais bancos centrais, especialmente o Federal Reserve americano e o Banco Central Europeu.

Esses comentários mostram que o Fundo mudou muito. Há alguns anos, o FMI era a perfeita encarnação do Mal. Explica-se. Nas décadas de 1970 e 1980, o mercado internacional de capitais ainda estava começando. Quem intermediava as transações entre os países ricos para os emergentes eram bancos. E não havia lançamento de títulos, mas sim empréstimos. Quando um país tinha problemas de solvência, os bancos cortavam o crédito. E os países com problemas tinham de recorrer ao FMI, que os obrigava a adotar medidas duras de austeridade fiscal, mesmo que isso aprofundasse a recessão econômica no curto prazo.

Foi o que ocorreu no Brasil durante o início dos anos 1980. A situação do País era trágica. A economia estava em um estado lastimável devido à má gestão. O governo gastara demais para manter o crescimento apesar do segundo choque do petróleo, perdeu o crédito e teve de pedir socorro ao FMI. O Fundo socorreu, mas, corretamente, forçou a equipe econômica a arrumar a casa, e as exigências eram cobradas com rigor. As visitas de seus técnicos, com recomendações para cortar gastos, eram um merecido vexame. Agora, o FMI mostra estar mais preocupado com a sustentabilidade das economias do que com o equilíbrio do orçamento.

E Eu Com Isso?

A sessão começa com um breve movimento de realização de lucros, com os contratos futuros de Ibovespa iniciando pregão em baixa. No mercado internacional, os contratos do índice americano S&P 500 estão em baixa de 0,16 por cento. A expectativa é de um dia de leve queda, mas sem tendência definida e em um cenário de volatilidade.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Balanço macropolítico | Política sem Aspas.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Assinatura de documento - fechamento
E eu com isso

Acordo no Orçamento

Após semanas de intensa discussão, o governo e o Congresso fecharam um acordo para solucionar o impasse envolvendo o Orçamento de 2021, aprovado com despesas

Read More »
Linx (LINX3) - Levante Investimentos
E eu com isso

Resultado da Linx (LINX3) do 4T20

A empresa de softwares Linx (LINX3) apresentou nesta segunda-feira (19), após o fechamento do mercado, os resultados do último trimestre de 2020. Como regra, as

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel