minério de ferro - Levante Ideias

Minério, Aço e a China

O ano de 2021, sobretudo nos meses de abril e maio, vêm sendo uma montanha russa em termos de variação dos preços do minério de ferro nas bolsas de valores de referência para a negociação da commodity.

Primeiro precisamos entender a causa das altas tão fortes nos últimos 6 meses nos preços do minério de ferro:

i) A Pandemia gerou um problema grave de restrição de oferta, pela paralisação das atividades no mundo todo, assim como de demanda, pelo mesmo motivo.

ii) O encolhimento da oferta em diversos mercados gerou uma queda brusca nos estoques e disponibilidades nos mais diversos mercados, inclusive o minério de ferro, com o retorno da oferta não acompanhando o ritmo de volta da demanda, impossibilitando a recomposição desses estoques em níveis normais.

iii) O choque de oferta e demanda vem gerando um ciclo de alta sobretudo nas commodities/materiais básicos, até aqui movimentos naturais de mercado.

iv) O fator potencializador para a alta das commodities vem do fato de a China ser um dos países que menos sofreram com a restrição de atividades pela pandemia, reaquecendo o território com a maior população mundial rapidamente, impulsionando a demanda pelas commodities. Um bônus vem do ambicioso plano de dobrar o PIB chinês até 2035, via investimentos em infraestrutura.

Com os países desenvolvidos com ritmo de vacinação mais forte e impactos menores de restrição, está o cenário perfeito para o “boom” de commodities observados até então.

E Eu Com Isso?

Enxergamos um cenário mais conservador para os preços de commodities daqui em diante, com o ponto mais alto desse ciclo começando a aparecer e vislumbrando uma correção para os meses adiante no segundo semestre.

Cenários atípicos e ambientes de constantes altas no mercado sempre abrem espaço para especulações e movimentos que beiram o antiético muitas vezes.

A combinação das metas chinesas para a economia e o pacote de estímulos fortes nos EUA, juntamente com as metas de neutralização de carbono, vêm trazendo produções recordes de aço na China.

Os produtores estão empolgados com as altas margens do mercado de aço, além de estarem produzindo o máximo que podem antes de as autoridades fecharem o cerco para cumprir com as metas, dado que a produção de aço é uma das atividades mais poluentes da China, usando o carvão juntamente com o minério de ferro para a sua produção.

O Comissão Nacional de Reformas e Desenvolvimento da China (CNRD) anunciou nesta segunda uma medida mais restritiva contra os monopólios e possíveis movimentos especulativos, desencadeando uma onda de vendas de aço e minério de ferro, com o mercado já mirando um arrefecimento e maior controle no fluxo produtivo do aço pelas autoridades chinesas.

Há também uma preocupação de os preços especulativos e excessivos, segundo a própria CNRD, de não repassar a alta de preços ao produtor, ligados muito aos materiais básicos, para os preços ao consumidor que vêm recuperando em ritmo mais lento que a indústria em geral.

A questão é que as forças de mercado seguem atuando fortemente, com os preços do minério de ferro ainda acima dos 160 dólares por tonelada, embora já tenham despencado 20 por cento em poucos dias.

Os estoques de minério nos portos seguem em níveis baixíssimos e em trajetória de queda, pelo menos até os últimos dados disponíveis.

Somados às limitações de oferta da commodity para este ano de 2021, a uma demanda crescente no ocidente com o avanço da vacinação e reabertura da economia ainda sustentam os preços em patamares altos e rentáveis para as grandes companhias produtoras de materiais básicos.

A pergunta de um bilhão de dólares agora é quando exatamente o ciclo de commodities se inverterá, com o reequilíbrio estabelecido entre oferta e demanda de diversos produtos, mais uma vez com a China na vanguarda das movimentações nesse mercado, com a “festa” de geração de caixa das empresas chegando ao fim, dando espaços aos setores que mais sofreram na pandemia, ligados à retomada das atividades do dia a dia no mundo.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Conflito na produção da China.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Política sem Aspas, por Felipe Berenguer
Política Sem Aspas

Qual Terceira Via? | Política sem Aspas

Expressão largamente utilizada nos noticiários e na política brasileira, especialmente nesta última década, a “Terceira Via” foi consagrada a partir de teoria elaborada por um

Read More »
Levante Ideias - Câmara dos Deputados
E eu com isso

Rumo ao plenário

Na esteira do que antecipamos nesta quinta-feira (23), a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32/2020, que

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.