investidores

Lua de mel prorrogada? – 26/03

Lua de mel prorrogada?

Nos EUA, a curva virou. O temor visto em torno de um aumento da taxa de juros, agora é o contrário. Agora, a expectativa é de cortes nos juros básicos pelo Fed. Toda essa inversão é devido ao receio de uma recessão nos EUA combinada com uma desaceleração global. Com a taxa de juros mais alta, os obstáculos para estimular a economia americana são bem maiores. Nesse cenário, ainda é cedo para bater o martelo, mas aquele ritmo de otimismo cauteloso tem tudo para voltar hoje.

No dia de hoje, Paulo Guedes fala durante sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Câmara para falar sobre reforma da previdência. Dessa forma, é esperado que o ministro possa atenuar as resistências dos congressistas com o projeto provocadas pela falta de articulação política do governo.

Contudo, Bolsonaro tem que entender que é preciso negociar com os partidos. Isso faz parte do jogo político – vide o que Theresa May está fazendo no Reino Unido nas conversas sobre o Brexit. 

É imprescindível a articulação do presidente. Caso contrário, os investidores perderão a confiança de que teremos de fato a aprovação da reforma. Ou seja, é hora de arregaçar as mangas e trabalhar.

E Eu Com Isso?

O cenário mais positivo lá fora, aliado a uma melhora nas negociações da Reforma da Previdência, será responsável por um dia positivo para os ativos locais.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.