Levante Ideias - Congresso Nacional

Fusão encaminhada

As conversas entre o DEM e o PSL já estão avançadas para a criação de um novo partido, resultante da fusão das duas siglas. Em reunião ocorrida, nesta quarta-feira (29), dirigentes de ambas as legendas definiram o nome do partido e seu número de urna – respectivamente, União Brasil e 44.

Nesta última semana, ambas as executivas partidárias aprovaram o avanço do processo de fusão. Na próxima quarta (6), diretórios nacionais irão se reunir em Brasília para chancelar o acordo de maneira definitiva e bater o martelo sobre a nova legenda da política brasileira.

Espera-se que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) oficialize a fusão até fevereiro de 2022, possibilitando que o 44 já esteja presente nas urnas em outubro do ano que vem.

A nova sigla será presidida pelo atual presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), e a secretaria-geral ficará com o atual presidente do DEM, ACM Neto (BA).

A tesouraria, por sua vez, será ocupada pelo atual vice do PSL, Antonio Rueda (DF). No âmbito estadual, o DEM deve ficar com o comando de 17 diretórios e o PSL ficará com o restante (12) – tendo, porém, os diretórios do Rio de Janeiro e de São Paulo, considerados os mais fortes da federação.

Uma vez confirmada a fusão, o novo partido terá a maior quantia dos fundos eleitoral e partidário, assim como o maior tempo de rádio e televisão para o pleito do ano que vem.

A bancada ficaria com 81 deputados e se tornaria, de longe, a maior da Câmara dos Deputados – além de quatro governadores e sete senadores.

Dificilmente, contudo, os 81 deputados ficarão na legenda nesta próxima legislatura, uma vez que o PSL acabou rompendo com Bolsonaro e uma parte considerável dos deputados eleitos pela ex-sigla do presidente ainda faz parte dos quadros do partido.

Na próxima janela partidária, que se inicia em março, deve haver uma debandada de bolsonaristas.

Ressalta-se, por fim, que a nova sigla pretende lançar pré-candidatura presidencial, contando, atualmente, com dois nomes de peso: o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) e o atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

E Eu Com Isso?

A fusão deve ser confirmada já na semana que vem.

No curto prazo, não há efeitos práticos relevantes para o mercado, mas a entrada de uma sigla com caciques de peso e uma bancada legislativa grande pode ser diferencial tanto na corrida eleitoral quanto para os próximos quatro anos de mandato legislativo.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Alternativa custosa.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Bitcoin - Levante Ideias de Investimentos
E eu com isso

Bitcoin dispara com ato falho da SEC

Sigmund Freud (1856-1939) foi o criador da psicanálise. Essa técnica procura resolver problemas psíquicos, como ansiedade e depressão, analisando o que as pessoas dizem. Um

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Passivo bilionário

Com a tramitação acelerada na Câmara e expectativa de votação – e aprovação – na próxima semana, a Proposta de Emenda à Constituição 23/2021, que

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.