Levante Ideias - Engie

Engie vende última termelétrica a carvão

Após assinar o contrato de venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda para a Fram Capital, em agosto de 2021, a Engie (EGIE3) continua seus esforços para descarbonização do seu portfólio de geração de energia global ainda nesta década. Neste contexto, a Engie Brasil prevê concretizar a venda de sua última térmica a carvão, a Usina Termelétrica Pampa Sul, até junho deste ano.

A térmica, que hoje representa apenas 3% da operação da geradora, fica localizada em Candiota (RS) e possui capacidade instalada de 345 megawatts (MW), podendo gerar energia suficiente para atingir cerca de 1,3 milhão de pessoas. Segundo a empresa, as tratativas com interessados na usina já estão avançadas. Caso a transação de fato ocorra, o aporte recebido deverá ser reinvestido nos demais empreendimentos renováveis da companhia.

E Eu Com Isso?

A notícia vai em linha com a estratégia global da Engie, não devendo impactar o preço de suas ações (EGIE3) no curto prazo. De fato, a companhia já declarou em seu planejamento estratégico sua meta de alcançar a neutralidade em carbono até 2045, com o grupo devendo abandonar totalmente o carvão como fonte de energia em sua operação global até 2027.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Brasil é relevante na estratégia de hidrogênio verde da Engie.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.