Levante Ideias - Embraer

Embraer (EMBR3): Empréstimo torna companhia a segunda maior cliente do BNDES

O empréstimo emergencial de pouco mais de 3 bilhões de reais da Embraer junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e um sindicato de bancos comerciais vai consolidar a fabricante de aeronaves como a segunda maior cliente da instituição durante o século 21, atrás apenas da Petrobras.

O valor final da nova operação sindicalizada terá até 300 milhões de dólares (em torno de 1,6 bilhão de reais) do BNDES e até o mesmo valor dos demais bancos envolvidos.

Esperamos impacto neutro no curto prazo para as ações da Embraer (EMBR3) pois, embora o financiamento seja positivo para a companhia, a nova operação já havia sido anunciada na semana passada.

Embora seja a segunda maior cliente do BNDES nas últimas décadas, a Embraer não tomava empréstimos desse tipo com o banco de fomento desde 2014. A companhia vinha recorrendo a emissões de títulos de dívida e outras fontes de financiamento desde então.

Como a fusão com a Boeing não aconteceu, voltam à tona discussões sobre o futuro da companhia, que já foi estatal. Acreditamos que o Governo Federal continua firme no seu plano de tentar reduzir o tamanho do Estado e tornar as empresas mais eficientes.

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Acordo entre Boeing e Embraer (EMBR3) é cancelado

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.