wall-street

Economia dos EUA

Nesta semana, tivemos a divulgação de três importantes indicadores econômicos americanos. A inflação e as vendas no varejo vieram acima do esperado, e a ata da reunião do Fed, o banco central americano, indicando que a autoridade monetária está confortável em manter o patamar de juros próximo a zero, seguindo, assim, com a política monetária no modo expansionista.

Por fim, teremos os dados de pedidos de seguro-desemprego da última semana a ser divulgado nesta quinta-feira (18). o indicador é uma espécie de prévia do desemprego e serve como um termômetro de como está o mercado de trabalho no país. Espera-se algo em torno dos 773.000 pedidos, confirmando, assim, uma melhora gradual no número de pedidos desde janeiro, quando o indicador chegou aos 926.000 pedidos.

E Eu Com Isso?

Para o mercado de ações, é complexo estabelecer relações de curto prazo entre indicadores econômicos e movimentações nos preços, que obedecem a dinâmicas parcialmente (no mínimo) aleatórias. Contudo, uma interpretação mais ampla dos indicadores demonstra uma forte recuperação da economia americana.

Na nossa visão, as empresas listadas na bolsa – referência operacional em qualquer país – são as primeiras a capturarem as benesses de um ambiente macroeconômico mais favorável. Logo, acreditamos que o movimento de alta tende a continuar no curto prazo.

Por outro lado, contudo, não podemos esquecer que o mercado de juros, câmbio e títulos de dívida pública e privada respondem a mudanças nas variáveis macro. Como todas estão interligadas a um conceito importantíssimo para o mercado de ações, o do custo de oportunidade, podemos ter algum respingo de ordem mais negativa nos preços no médio prazo, o que já pressionou os juros dos títulos públicos americanos de prazo mais longo.

Com uma taxa livre de risco maior, o prêmio (diferença) por correr risco diminui, reduzindo, de forma relativa, a atratividade da renda variável. É hora de olhar o mercado acionário de duas maneiras. Com lupa, para não perder as oportunidades de curto prazo. E com luneta, para preservar a perspectiva dos ganhos de longo prazo.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

Para ficar por dentro do universo dos investimentos de maneira prática, clique abaixo e inscreva-se gratuitamente!

e-eu-com-isso

Leia também: Resultados da Disney.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

O Copom endurece o jogo

O Banco Central (BC) divulgou, nesta terça-feira (22), a Ata da reunião de número 239 do Copom (Comitê de Política Monetária), realizada nos dias 15

Read More »
Levante Ideias - Dinheiro
E eu com isso

Tributação de dividendos

O ministério da Economia bateu o martelo sobre a proposta de tributação de dividendos, a ser enviada dentro das alterações no sistema tributário de renda,

Read More »
Levante Ideias - Google
E eu com isso

Google investigado na Europa

A Comissão Europeia abriu mais uma investigação antitruste para avaliar se o Google (GOOG) violou as regras de concorrência da União Europeia ao favorecer seus

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel