sopro

E Eu Com Isso? Semanal (10 a 14 de setembro)

Mais incertezas nos mercados

No cenário externo, a semana registrou alguns fatos marcantes. A terça-feira (11) foi de leve queda com os investidores atentos ao pedido do governo chinês à OMC para impor novas tarifas de importação aos Estados Unidos, bem no dia 11 de Setembro, 17 anos depois dos atentados às Torres Gêmeas, em NY.

Já a quinta foi de leve alta para os principais índices globais. O destaque foi a Turquia, que decidiu elevar os juros para 24 por cento ao ano – valor acima do esperado – fato que está fazendo a moeda turca valorizar 2 por cento nesta manhã.

A sexta, por outro lado, começou com os mercados digerindo as conversas entre EUA e China que podem amenizar os ânimos da guerra comercial e também a ação prudente e um tanto que inesperada do Banco Central da Turquia ao subir os juros.

A tensão se intensificou no mercado local com a aproximação do primeiro turno das eleições. Para agitar ainda mais esse cenário, quarta-feira (12) à noite o candidato Bolsonaro, que lidera as pesquisas, foi submetido a uma nova cirurgia de emergência no hospital israelita Albert Einstein em função de complicações após a facada da última semana, trazendo com isso ainda mais incertezas sobre o cenário local.

Outro fator local que mexeu nos mercados foram as notícias não confirmadas de que o candidato Geraldo Alckmin (PSDB) teria recebido recursos ilegais na campanha de 2014 ao governo de São Paulo.

E Eu Com Isso?

A semana foi marcada mais uma vez pelas notícias políticas, que acabaram influenciando na volatilidade do Ibovespa e na alta do dólar. As pesquisas eleitorais foram o principal fator que derrubaram o mercado local, mesmo com algumas notícias positivas, como o alívio vindo da Turquia.

Pesquisa Datafolha de segunda deixa tudo embolado

A nova pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada na noite de segunda-feira (10), deixou o cenário eleitoral ainda mais imprevisível. O resultado apontou Jair Bolsonaro em primeiro, com 24 por cento dos votos, e um empate técnico entre 4 candidatos para o segundo lugar: Ciro Gomes (13 por cento), Marina Silva (11), Geraldo Alckmin (10) e Fernando Haddad (9). A pesquisa entrevistou 2.804 eleitores em 197 municípios no dia 10 de setembro.

E Eu Com Isso?

O resultado traz algumas novidades: ao contrário do que se esperava, Bolsonaro não teve um salto grande em função do atentado. Ciro Gomes começa a se destacar como possível concorrente, quando tudo parecia perdido para o pedetista. Alckmin também cresce – timidamente -, e Marina Silva começa a desidratar, como nas últimas eleições. Fernando Haddad, que deve ser anunciado hoje candidato pelo PT (prazo máximo para a troca de chapa), já tem um pequeno salto e encosta nos outros concorrentes.

Levante Ideias - Brasil Candidatos Presidência

Ibope: Bolsonaro isolado na liderança; segundo lugar indefinido

O Ibope divulgou na noite desta terça-feira (11) o resultado da sua pesquisa feita entre os dias 8 e 10 de setembro, logo após o ataque ao candidato Jair Bolsonaro. O novo cenário traz o militar da reserva isolado em primeiro, com 26 por cento. Em segundo lugar, empate técnico entre Ciro Gomes (11 por cento), Marina Silva (9), Geraldo Alckmin (9) e Fernando Haddad (8). A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais e entrevistou 2.002 eleitores em municípios brasileiros.

E Eu Com Isso?

Diferente do Datafolha de segunda-feira (10), a pesquisa mostrou maior impacto nos números de Jair Bolsonaro devido ao atentado da última quinta-feira (6). O candidato subiu de 22 para 26 por cento e aparece ganhando de Haddad, empatando com Alckmin e Marina e perdendo somente para Ciro Gomes no segundo turno. Resta monitorar as próximas pesquisas para saber se o “efeito facada” irá perdurar até o dia da votação. Mercados devem se animar no dia de hoje.

Jair Bolsonaro não tem previsão de alta

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, passou por uma segunda cirurgia médica na madrugada desta quarta-feira (12) e voltou a preocupar pessoas próximas a ele. Seu filho Flávio Bolsonaro afirmou que o pai voltou “à estaca zero” depois da segunda cirurgia, considerada delicada pelos médicos. Ainda não está claro em quanto tempo o candidato deverá se recuperar, mas com certeza o presidenciável não fará mais campanha de rua até o primeiro turno e, provavelmente, ficará de fora das campanhas do eventual segundo turno. Médicos recomendaram que o militar da reserva evite até mesmo falar.

E Eu Com Isso?

O quadro de Bolsonaro ainda é grave. Os efeitos políticos dessa situação ainda não foram evidenciados, mas existe uma preocupação forte entre aliados sobre como proceder com a campanha. Seu vice General Mourão fez uma consulta ao TSE sobre participar de debates na condição de representante do candidato do PSL, mas gerou atritos por não ter consultado a família Bolsonaro. A cúpula de campanha teme que uma internação mais longa atrele a imagem de fragilidade ao deputado, que sempre dava a palavra final nas tomadas de decisão.

Levante Ideias - Bolsonaro Marina Debate Estadão

“Voto útil” é a nova estratégia

Com os últimos acontecimentos no mundo político e as pesquisas confirmando Jair Bolsonaro isolado em primeiro lugar, os outros candidatos que disputam a segunda vaga já adotam um discurso de captação de votos baseada no voto útil. Geraldo Alckmin, Marina Silva e Ciro Gomes tentam se mostrar como alternativas ao tradicional e à polarização extrema.

E Eu Com Isso?

De fato, Bolsonaro tem um pé e meio no segundo turno (inclusive o candidato passou por outra cirurgia na noite de ontem e passa bem, mas deve atrasar sua saída do hospital).

As estratégias dos outros candidatos são: Alckmin busca convencer que é o único capaz de derrotar o PT num possível segundo turno, Ciro tenta associar Haddad ao governo Dilma para ganhar os votos da centro-esquerda e Marina se apresenta como alternativa à polarização extrema.

Vale (VALE3) – Envolvimento em disputa societária

Dois dos principais acionistas da Vale, Bradespar e Litel, estão para fechar um acordo que encerra uma disputa bilionária com a Elétron. O valor do acordo pode ficar entre 2,5 e 3,0 bilhões de reais. O pagamento ainda está em discussão e poderá ser feito em ações da Vale detidas tanto pela Bradespar, quanto pela Litel.

E Eu Com Isso?

Esperamos impacto neutro no preço das ações da Vale (VALE3) no curto prazo.

Essa disputa entre os acionistas se estende por uma década e vem muito antes da unificação das ações preferenciais e ordinárias, que aumentou a liquidez das ações da Vale e melhorou a precificação da empresa no mercado.

Uma decisão judicial havia fixado o valor a pagar pela Bradespar e Litel em cerca de 5 bilhões de reais. Um laudo pericial homologado por decisão do tribunal fixou o valor em 4 bilhões de reais. A razão do pedido de indenização é que a Elétron alega não ter conseguido exercer um direito de compra na Valepar (antiga controladora da Vale).

Esse acordo encerra de uma vez por todas a disputa societária que tem impacto pequeno para o acionista minoritário da Vale.

A Vale vive um momento bem positivo: classificação de risco de grau de investimento, aumento da liquidez das ações, redução no endividamento (muito perto da meta) e foco na qualidade do produto em detrimento de volumes de produção.

O presidente da Vale, Fabio Schvartsman, tem grande mérito nas melhoras e colhe os frutos da unificação de ações (agora somente ONs), trocas na diretoria, redução da dívida e foco na qualidade do produto em detrimento de volumes de produção. Fábio tornou o resultado da empresa mais previsível, o que faz muito bem para as ações da empresa, que acumulam alta de 110 por cento (contra 13,7 por cento do Ibovespa) desde que o presidente assumiu seu posto, em maio de 2017.

Minerva (BEEF3) – aumento de capital e abertura de capital no Chile

A Minerva Foods anunciou na terça-feira (11) um aumento de capital de 1,06 bilhão de reais, equivalente a 6,42 reais por ação.

A operação ainda prevê a emissão de bônus de subscrição como vantagem adicional aos acionistas que participarem do aumento de capital.

Na quarta (12), a Minerva realizou uma teleconferência após a divulgação das novas informações para discutir o aumento de capital, o processo de abertura de capital (IPO) da sua subsidiária Athena Foods no Chile e a redução do nível de endividamento.

E Eu Com Isso?

A reação do mercado foi negativa ao anúncio do aumento de capital proposto pela Minerva, com queda de 7,8 por cento no preço das ações (BEEF3) nesta quarta-feira. O preço ficou em 5,32 por ação ordinária, bem abaixo do proposto, que foi de 6,42 por ação.

O mercado reagiu negativamente porque questiona o ritmo da redução do endividamento financeiro da Minerva. Com isso, os acionistas minoritários não deverão fazer parte do aumento de capital proposto, mesmo com o incentivo dos bônus de subscrição.

Se os acionistas minoritários não exercerem o seu direito de subscrição, o aumento de capital deverá ser de apenas 700 milhões de reais. Visto que o principal objetivo é reduzir o alto nível de endividamento da empresa (a dívida líquida/Ebitda era de 5,0 vezes em junho de 2018).

Nesse caso, o principal acionista atual, a família Vilela de Queiroz (VDQ), manteria a sua participação de 28,2 por cento e o fundo árabe Salic elevaria a sua participação para 33,3 por cento no capital, se tornando o maior acionista da companhia.

Acreditamos que a redução da alavancagem é o principal catalisador do preço das ações da Minerva no curto prazo.

Levante Ideias - Via Varejo

Via Varejo (VVAR11) – entrada no serviço financeiro digital

A Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia, Ponto Frio e Bartira, fechou acordo com a startup financeira de tecnologia AirFox Brasil para a prestação de serviços de pagamentos móveis e banco digital. O valor do acordo não foi revelado.

E Eu Com Isso?

A notícia é positiva, e esperamos impacto positivo no preço das ações (VVAR11) no curto prazo.

Pelo acordo, a Via Varejo fará os investimentos financeiros na empresa que serão conversíveis em ações. Em três anos, a Via Varejo poderá de adquirir até 80 por cento da AirFox. Dessa forma, os sócios da AirFox se ficariam como acionistas minoritários, com 20 por cento.

A AirFox tem sede em Boston, foi fundada pelo brasileiro Victor Santos e incubada no Laboratório de Inovação de Harvard.

Atualmente, existem 300 mil clientes da Casas Bahia que utilizam o carnê. Com o serviço digital, os clientes têm a opção de baixar o aplicativo da AirFox em seus celulares, criar uma conta, pagar as prestações e fazer transações de maneira bem mais simples. Será também oferecido um cartão físico pré-pago anexado ao aplicativo.

Essa migração para o digital deverá trazer redução de custos, mais eficiência e uma melhor percepção do serviço prestado pela Via Varejo.

A Via Varejo finalmente fez a sua iniciativa no mundo digital, com impacto positivo para a empresa – e na frente de seus concorrentes.

Levante Ideias - Wall Street

Alta das ações brasileiras (ADR’s) em Nova Iorque

Devido ao feriado de Independência na última sexta-feira (7 de setembro), os mercados ficaram fechados no Brasil. Entretanto, as ações brasileiras negociadas em Nova Iorque (ADR’s – American Depositary Receipts) tiveram forte alta, em repercussão às notícias sobre o atentado ao candidato Jair Bolsonaro e seu estado de saúde.

E Eu Com Isso?

Os principais destaques de alta dos ADR’s foram: Petrobras com alta de 4 por cento, Bradesco com alta de 2,5 por cento, e Itaú com alta de 2 por cento.

ETF: Uma nova tendência

O volume financeiro em ativos investidos em ETF (Exchange-traded fund) superou a marca dos 5 trilhões de dólares no fim de julho. Isso representa o dobro do valor de 5 anos atrás, ou seja, os investimentos passivos estão ganhando espaço, principalmente nos EUA. No país norte-americano, a demanda tem ganhado tanto espaço que gerou uma nova tendência onde gestores e bancos independentes estão entrando para o setor.

O Brasil tem seguido esta tendência: a gestora Mirae Asset Global Investments lidera o primeiro fundo de índice de renda fixa negociado em Bolsa no Brasil. O ETF estreou ontem (10) na Bolsa e vai replicar o S&P/B3 Índice de Futuros de Taxas de Juros, que mede o desempenho de uma carteira hipotética composta por contratos futuros de DI de três anos.

E Eu Com Isso?

Os ETFs de renda fixa eram esperados por investidores há muito tempo. Sem dúvidas representará um avanço para o mercado de capitais brasileiro com novas oportunidades para ganhar com maior facilidade.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Totvs
E eu com isso

Totvs capta 1,44 bi em follow-on

A Totvs (TOTS3) anunciou na manhã desta quarta-feira (22) a aprovação de seu conselho de administração para a realização de oferta pública restrita (follow-on), anunciado

Read More »
Levante Ideias - Banco Central
E eu com isso

As incertezas do Copom

Nesta quarta-feira (22), os organismos encarregados de calibrar os juros no Brasil e nos Estados Unidos vão divulgar dois comunicados decisivos. Por aqui, o Banco

Read More »
Levante Ideias - Congresso Nacional
E eu com isso

Seguindo adiante

Governo e Congresso finalmente chegaram a um acordo com relação ao pagamento de precatórios em 2022, resolvendo o imbróglio que ameaçava o rompimento do teto

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.