Levante Ideias - Jair Bolsonaro

Cobrança ao presidente

Após receber alta da mais recente internação hospitalar, o presidente Bolsonaro voltou a promover discursos contrários à vacinação – em especial, sobre crianças – para a Covid-19 e questionou o interesse da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em apoiar a imunização de menores de idade.

Como resposta às declarações do presidente, o diretor-geral da agência reguladora, Antonio Barra Torres, divulgou uma nota oficial rebatendo as afirmações feitas pelo presidente. De tom bastante duro, a mensagem foi entendida como o rompimento oficial de Barra Torres com o Planalto. Inicialmente alinhado com Bolsonaro, o médico deixou o posto de chefia na Marinha para atuar na Anvisa e teve uma série de divergências públicas com o Executivo.

No início, Torres chegou a caminhar, sem máscara, ao lado do presidente em um ato em tom crítico ao STF (Supremo Tribunal Federal) e ao Congresso, em maio de 2020. Cerca de um ano depois, quando sabatinado pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid-19, o militar se mostrou arrependido e disse discordar da posição de Bolsonaro sobre as vacinas, “destarte a amizade que tenho pelo presidente”.

Na nota, divulgada neste fim de semana, o militar também cobrou retratação do presidente e demandou imediata investigação policial caso o presidente tenha informações “de corrupção” na autarquia. Da mesma forma, Barra Torres pediu que, caso não haja indícios de qualquer interesse escuso, o presidente venha a se retratar pelas acusações feitas contra a agência.

O ex-chefe da Marinha Brasileira tem recebido o apoio de muitos integrantes da Anvisa por sempre se posicionar diante de declarações advindas do mundo político e sair, também, em defesa do trabalho exercido pela agência no combate à Covid-19.

No início do ano passado, por exemplo, a Anvisa contrariou a vontade do Planalto e aprovou o uso da Coronavac como imunizante contra a Covid-19. Na ocasião, Barra Torres blindou o órgão de interferências e prezou pela divulgação das discussões técnicas envolvendo a aprovação da vacina.

E Eu Com Isso?

O mais novo capítulo de desentendimentos entre Bolsonaro e Barra Torres denota a ainda persistente discussão sobre a pandemia de Covid-19, o processo de vacinação e o controle de casos e mortes no País.

Enquanto o presidente vai dobrando a aposta com seus posicionamentos críticos aos imunizantes, o rompimento do diretor-chefe da Anvisa deve também trazer mais componentes políticos sobre o debate.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: Veto sobre o Refis.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.