Centrão pressiona por mais gastos públicos

Deputados e senadores do chamado “Centrão” querem que o governo lance mão de mais recursos para contornar a crise do coronavírus. Segundo locutores do governo, o bloco deve pressionar a equipe econômica por meio de propostas no Congresso – como a tentativa de tornar permanente o auxílio de 600 reais.

A ala política do governo já reconhece que terá de fazer acenos aos parlamentares, a fim de consolidar essa nova aliança. No entanto, as concessões devem ser em doses homeopáticas, para evitar uma “flexibilização radical” que possa ameaçar a agenda liberal da equipe econômica e, consequentemente, a própria permanência de Paulo Guedes no governo. 

A aliança com o Centrão e a delicada situação econômica fazem pressão sobre a agenda de reformas. A sustentabilidade de Guedes no governo passa fundamentalmente em como serão feitas as eventuais concessões para aumentar gastos do governo, que já está praticamente espremido no Orçamento.

Se por um lado, a agenda pode sofrer pressão, o apoio do Centrão é de grande importância para que qualquer pauta seja aprovada. 

* Este conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara as notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: É sempre mais difícil trocar o pneu com o carro andando

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Artigos

Resultados do 2T20 da CVC

A CVC (CVCB3) apresentou nesta segunda-feira (20), após o fechamento do mercado e com atraso, seus resultados do segundo trimestre de 2020. Como era de

Read More »
Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte I

No Comentário de nº 9 da Instituição Fiscal Independente, “Considerações sobre o teto de gastos da União”, Felipe Salto, Daniel Couri e Josué Pellegrini recortam

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel