O Presidente eleito Jair Bolsonaro, fala com a imprensa após reunião com os futuros comandantes das Forças Armadas, no Comando da Marinha, em Brasília.

Bolsonaro deve trocar de partido – 10/10

Bolsonaro deve trocar de partido

Nesta quarta-feira, o cenário político doméstico voltou seus olhos exclusivamente sobre a possível cisão de Bolsonaro com seu partido, o PSL. Após ter dito, na terça-feira (8), para um apoiador “esquecer” a sigla, o presidente sofreu críticas de seus colegas partidários. No ápice da crise, Luciano Bivar – atual presidente do PSL – afirmou que Bolsonaro não teria mais nenhuma relação com o partido, indicando que, de fato, estaria de saída.

Segundo notícias que saíram no decorrer do dia, a cúpula do PSL já não estaria contando mais com o presidente e seu grupo de deputados. Ainda, a migração do presidente para outro partido, apesar de ser inédita na história pós-redemocratização, não teria empecilhos legais. O movimento dos deputados aliados, no entanto, não é autorizado por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que entende que o mandato pertence à sigla.

Nesse contexto de crise e indefinição, boatos sobre o novo destino do presidente surgiram: foram especulados partidos como Patriota e DEM, mas também partidos ainda em processo de homologação e não registrados pelo TSE. Ao cabo, o presidente concedeu entrevista no fim do dia (após reunião com deputados do PSL e advogados), afirmando que permanece no PSL “por enquanto”.

E Eu Com Isso?

O presidente, é inegável, deve trocar de partido. Muitos já falam em uma situação “insustentável” no PSL, após os desentendimentos recentes. O que segura Bolsonaro, neste momento, é a dificuldade de encontrar uma sigla maior ou, pelo menos, do tamanho do PSL e que tenha estrutura para receber o presidente. Ademais, o impasse acerca da migração de legenda dos deputados faz com que Bolsonaro, “por enquanto”, permaneça no partido.

Do ponto de vista político, o desgaste com o partido é negativo, mas afasta o núcleo bolsonarista de qualquer eventual contaminação em função das candidaturas laranjas do PSL. Para o presidente, mais vale o risco de isolamento político do que qualquer associação à corrupção. 

LEIA AGORA: A saúde dos gastos públicos em 2019

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Recomendado para você

Política Sem Aspas

O desafio do teto – parte II

Na primeira parte dessa dupla de textos, concentrei-me em elencar e dissertar acerca das principais regras fiscais em voga hoje no Brasil. Naquela ocasião, deixei

Read More »
Artigos

Política acima de tudo!

O mercado vive uma certa trégua em relação à volatilidade mais acentuada de algumas semanas atrás. Discussões importantes foram adiadas para depois das eleições. Quem

Read More »
tipos de ações da bolsa de valores
Artigos

Empresas preparam IPOs

Nas últimas semanas, o número de prospectos de IPO protocolados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aumentou em quase dez, com as companhias “aspirantes” ao

Read More »
Artigos

Resultados da WEG

A Weg (WEGE3) apresentou nesta quarta-feira (21), antes da abertura dos mercados, os seus resultados referentes ao 3T20. Os números vieram bons e acima das

Read More »
Fechar Menu

Fechar Painel