Divulgação Eurospot

Azul (AZUL4) anuncia subarrendamento de 53 aeronaves

Azul (AZUL4) anuncia subarrendamento de 53 aeronaves

A Azul (AZUL4) anunciou na terça-feira (28) que espera subarrendar 53 de suas aeronaves Embraer E195 para a companhia polonesa LOT e para a start-up de aviação Breeze Aviation Group, com sede nos Estados Unidos e fundada por um dos acionistas controladores da Azul. O subarrendamento visa acelerar a substituição dos aviões E195 por aeronaves E2, que segundo a companhia são mais eficientes.

A Azul e a LOT assinaram uma carta de intenção para subarrendar 18 aeronaves com pedidos firmes, e até 14 opções adicionais. Adicionalmente a Breeze deve ficar com até 28 aeronaves, a depender da aprovação dos acionistas.

A projeção da empresa é de que o modelo E2, da Embraer, passe de quatro unidades em 2019 para 62 aviões já em 2022. “Como resultado, a Azul terá uma das frotas mais eficientes do mundo, em termos de consumo de combustível, rentabilidade e ambiental”, diz a companhia.

A notícia é positiva para a companhia pois a empresa ganha em duas pontas: com o aluguel em si e com a renovação da frota para aeronaves que consomem menos combustível. Ontem, as ações preferenciais da Azul lideraram os ganhos do Ibovespa ao subirem 8,58 por cento.

A empresa afirma que o melhor desempenho dos aviões E2, combinado com a receita de subarrendamento, mais do que compensarão o custo incremental de acelerar a substituição de todos as aeronaves E195 até 2022.

As aeronaves Embraer E2 têm um custo por viagem 14 por cento menor, e um custo unitário 26 por cento menor em comparação aos E195s, além de ter 18 assentos adicionais, destaca a empresa.

A projeção da companhia é de que a substituição deve gerar um fluxo de caixa operacional incremental de aproximadamente 2,9 bilhões de reais entre 2020 e 2027, bem como um Ebitda de 4,8 milhões nesse mesmo período.

O ano de 2020 começou com o pé direito para as ações da companhia. Já são 7,1 por cento de alta acumulada enquanto o Ibovespa registra apenas 0,7 por cento e sua concorrente Gol (GOLL4) recua 1,7 por cento no mesmo período. Em 2019, as ações da Azul já haviam registrado alta de 61,9 por cento.

* Esse conteúdo faz parte do nosso boletim diário: ‘E Eu Com Isso?’. Todos os dias, o time de analistas da Levante prepara notícias e análises que impactam seus investimentos. Clique aqui para receber informações sobre o mercado financeiro em primeira mão.

Leia também: Indicadores inconclusivos elevam indefinição sobre futuro da Selic

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Logo Gestora Pátria
E eu com isso

Gestora Pátria avalia IPO

Uma das maiores gestoras de Private Equity brasileiro, o Pátria, avalia uma abertura de capital (IPO) na B3. A listagem seria um meio de saída

Read More »
E eu com isso

 O avanço das vacinas

Gradualmente, o que era uma esperança transforma-se em realidade, e a perspectiva de uma vacinação em massa contra do coronavírus passa a ficar mais próxima.

Read More »
E eu com isso

Leilão da CEB

Na sexta-feira (04) vai ocorrer o leilão para privatização da Companhia Energética de Brasília, também conhecida como CE. Nele será vendida a subsidiária CEB-D, responsável

Read More »
E eu com isso

Reeleição no Congresso

Conforme previsto, foi só as eleições municipais chegarem ao fim para que Brasília voltasse suas atenções para as eleições das Mesas Diretoras da Câmara e

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel