Levante Ideias - Bolsa de Valores

A Bolsa está barata

Após vários dias de solavancos provocados pelo noticiário político, a semana começa com uma distensão na troca de chumbo verbal entre as lideranças brasileiras.

Isso reduz o ruído que vem poluindo as análises sobre os preços dos ativos brasileiros nos últimos dias. E o resultado de uma análise mais técnica é que, apesar dos preços recordes das commodities no mercado internacional, as ações brasileiras estão baratas.

A turbulência política fez o Ibovespa encerrar a semana passada em 114,2 mil pontos. Isso representa uma queda de 12,6% em relação ao pico de 130,8 mil pontos no início de junho. Só esse cálculo é um argumento eloquente mostrando que os preços estão baixos. No entanto, há mais indicadores importantes.

Comecemos pelo mais tradicional deles, a relação Preço/Lucro (P/L), também conhecida em sua versão em inglês, Price/Earnings (P/E).

Resumidamente, o P/L mostra em quanto tempo os lucros da empresa iriam remunerar totalmente o investidor pela compra da ação.

Esse indicador é um dos mais simples de calcular e um dos mais usados, pois fornece uma ideia rápida se a ação está barata ou cara em relação aos resultados da empresa.

Na média, o P/L da Bolsa brasileira está entre 7 e 8 vezes.

Ou seja, ao comprar uma ação, o investidor teria seu dinheiro de volta apenas com o lucro da empresa em 8 anos, ainda desconsiderando o possível crescimento destes lucros.

Se isso parece muito tempo, considere que o P/L médio do índice americano S&P de 500 ações está ao redor de 22. Portanto, em uma análise mais simples, diríamos que as ações americanas custam mais que o dobro das brasileiras.

Evidentemente, alguns detalhes devem ser levados em conta: por lá, o custo de oportunidade é bem menor que o brasileiro, visto que não há prêmio real (retorno acima da inflação) embutido nos títulos do governo americano.

Além disso, os índices são bem mais carregados por empresas tech do que no Brasil. Estas empresas costumam crescer a taxas bem mais elevadas à que as da “velha economia” e tem uma conversão lucro para fluxo de caixa livre maior, pois são modelos de negócios com pouco volume de ativos no balanço.

Apesar destas colocações, nos chama a atenção o tamanho da discrepância entre estes indicadores. Pela conta dos analistas da Levante Ideias de Investimento, um P/L expurgado da valorização das commodities está em 11. Mesmo esse P/L de 11 tem de ser olhado com um pouco mais de atenção.

A Bolsa de Valores do Brasil tem uma participação relevante de commodities minerais, expressas nas ações de Petrobras (PETR3/PETR4) e Vale (VALE3). Os preços das commodities estão em alta nos mercados internacionais, o que provoca uma certa “distorção” dos preços médios.

Assim, o tempo necessário para o investidor receber seu dinheiro de volta apenas com os lucros da empresa – sem contar os eventuais ganhos de capital com a valorização da ação – seria de menos de uma década.

Internacionalmente, é consenso entre os conhecedores do assunto que quando o P/L está em apenas um dígito, é sinal de que as ações estão baratas.

Internacional

A semana começa com uma leve alta dos contratos futuros dos índices americanos. Os contratos do S&P 500 avançam 0,6% e os do índice Nasdaq têm alta de 0,5%.

Na Ásia, bolsas encerraram o primeiro pregão da semana com viés positivo. A exceção foram as ações da chinesa Alibaba, que caíram mais de 4% devido a novos ataques das autoridades chinesas.

Segundo notícias do jornal Financial Times, o governo de Pequim pode pressionar a empresa para cindir-se e separar seu aplicativo de pagamentos Alipay.

Oficialmente para estimular a competição, a medida chinesa é uma maneira de reduzir o poder das empresas tecnológicas.

Relatórios Focus

A edição mais recente do Relatório Focus, divulgado nesta segunda-feira (13) pelo Banco Central (BC) traz, pela primeira vez, prognósticos para a inflação medida pelo IPCA e para a taxa Selic em valores coincidentes de 8%.

A maior alta foi nos prognóstico para a inflação, que estavam em 7,58% na semana passada e em 7,05% há quatro semanas.

A elevação de quase um ponto percentual na projeção indica uma piora razoável das expectativas com relação aos preços.

Ademais, a projeção de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) para 2021 voltou a cair, recuando para 5,04% ante os 5,15% da semana anterior. E o PIB previsto para 2022 também baixou. Caiu para 1,72% ante 1,93% do relatório anterior.

E Eu Com Isso?

A alta dos contratos futuros do S&P está sendo acompanhada por uma valorização dos contratos futuros de Ibovespa, que iniciam a semana em alta devido ao desanuviar da situação política.

As notícias são positivas para a Bolsa.

Este conteúdo faz parte da nossa Newsletter ‘E Eu Com Isso’.

e-eu-com-isso

Leia também: O superciclo do Bitcoin | Domingo de Valor.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Política sem Aspas, por Felipe Berenguer
Política Sem Aspas

Qual Terceira Via? | Política sem Aspas

Expressão largamente utilizada nos noticiários e na política brasileira, especialmente nesta última década, a “Terceira Via” foi consagrada a partir de teoria elaborada por um

Read More »
Levante Ideias - Câmara dos Deputados
E eu com isso

Rumo ao plenário

Na esteira do que antecipamos nesta quinta-feira (23), a comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 32/2020, que

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.