As ofertas de ações estão de volta

Na coluna de hoje, vou falar sobre as ofertas públicas de ações na bolsa de valores. Vou abordar tudo o que você precisa saber sobre as ofertas de ações e como funcionam esses tais ‘IPO’s’ e ‘follow-on’s’.

No acumulado de 2019, o total de recursos levantados em todas as ofertas de ações já atingiu 31,7 bilhões de reais. Foram 13 ofertas no total, com dois IPO’s (Centauro e Neonergia).

Ofertas de 2019

A primeira vez a gente nunca esquece

Quando uma empresa abre o seu capital na bolsa de valores e tem as suas ações listadas pela primeira vez é a chamada oferta pública inicial. IPO, na sigla em inglês para Initial Public Offering.

Uma empresa pode fazer outras ofertas subsequentes de ações, os chamados follow-on’s. Ou seja, a empresa pode vender parcelas adicionais do seu capital para os investidores na Bolsa.

O principal motivo para uma empresa abrir o seu capital na bolsa de valores é o acesso ao capital. Dessa forma, a empresa vende as suas ações na Bolsa e os recursos entram no caixa da empresa.

Tipos de oferta de ações

Existem dois tipos de ofertas de ações na Bolsa: primária e secundária.

A primária é quando a empresa emite novas ações e vende uma parcela do seu capital na bolsa de valores. Neste caso, os recursos levantados na oferta (líquido de despesas e comissões dos bancos coordenadores) entram no caixa da empresa.

A oferta é secundária quando são os acionistas controladores que estão vendendo as suas ações já existentes. Neste caso, os recursos (líquidos) da oferta entram no caixa dos acionistas vendedores e não no caixa da empresa.

Ações em livre circulação (free float)

Numa oferta de ações (IPO ou follow-on), a empresa vende uma participação no seu capital total. Assim, as ações da oferta ficam em livre circulação no mercado. As regras do Novo Mercado da B3, nível mais alto de governança corporativa, exigem que o percentual mínimo das ações em circulação (free float) seja de 25%.

Prospecto de ações

Toda oferta de ações precisa ter um prospecto, um documento extenso apresentado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que contém todas as informações sobre a oferta, a empresa e o seu setor de atuação, riscos e dados financeiros.

Existe uma seção do prospecto (uso dos recursos) que detalha como a empresa utilizará os recursos levantados na oferta de ações. Geralmente os recursos são aplicados para investimentos, financiar o crescimento e reduzir o endividamento.

Bookbuilding

Essa é uma palavra sofisticada para a definição do preço de uma oferta de ações. Existe um período de reserva em que os investidores fazem o seu pedido na oferta, com a quantidade de ações e o preço limite que estão dispostos a pagar. Toda oferta de ações tem um intervalo de preços previamente definido. O IPO da Neoenergia, por exemplo, teve intervalo de preço de R$ 14,42 a R$ 16,89, com preço definido em R$ 15,65, perto do ponto médio do intervalo.

Pedido de reserva

O investidor pessoa física deve estipular o valor financeiro a ser investido na oferta de ações, com um mínimo de R$ 3.000. O pedido de reserva pode ser feito a valor de mercado ou com preço-limite a ser definido pelo investidor.

O investidor deve também reservar uma quantia de dinheiro extra a ser destinado à sua conta na corretora. Será a margem de garantia que a corretora terá para assegurar que o investidor possui recursos para comprar as ações.

Apetite do investidor estrangeiro

Os investidores estrangeiros demonstraram apetite pelas ofertas de ações (follow-on’s). No caso da oferta da Petrobras, os estrangeiros ficaram com 55% da oferta 45% com o investidor local.

Mais ofertas de ações a caminho: Light e BR Distribuidora

Existem duas ofertas de ações subsequentes (follow-on) que devem acontecer no curto prazo: Petrobras Distribuidora e Light

A Petrobras tem participação de 71,25% de participação na BR Distribuidora e deve vender de 25% a 33,75% de participação numa oferta 100% secundária que pode totalizar R$ 9,3 bilhões.

No caso da Light, a oferta será primária e secundária. Haverá venda (redução) da participação de 40% da Cemig na Light, com valor total que pode chega a R$ 2,1 bilhões. Após a oferta, a Cemig poderá ficar com cerca de 30% da Light.

Relatórios especiais ofertas de ações da Levante

A Levante já preparou relatórios sobre o IPO’s do Banco Inter, Agibank, Centauro, Vamos Locação e Neoenergia.

Os relatórios trazem uma análise completa com: sumário da oferta, tese de investimento da empresa, visão do setor e cenário macroeconômico, perfil da companhia, análise das vantagens competitivas e da concorrência, detalhes sobre a oferta (uso dos recursos, cronograma e condições da oferta), análise financeira e, o mais importante, recomendação.

Análise independente e sem conflito de interesses

A Levante Ideias de Investimento faz todo o trabalho para você ao analisar os prospectos de ofertas de ações (IPO’s). Preparamos relatórios completos sobre as ofertas de ações, com recomendações se vale a pena ou não entrar e até que preço vale a pena pagar.

Eu sou o especialista de ações da Levante. Sou o responsável pela equipe de análise que elabora os relatórios especiais de IPO dentro da série As Melhores Ações, disponível na plataforma de investimentos da Levante.

Mais uma vez: leitor do Domingo de Valor sempre tem desconto. Utilize o cupom HOJESIM e ganhe 30 por cento de desconto na sérieAs Melhores Ações. Basta clicar aqui e colocar o cupom no lugar indicado.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Política Sem Aspas

As vantagens competitivas de Brasília

Nesses quase três anos de Levante, pude absorver muitos novos conteúdos relacionados ao mercado financeiro e trocar muito conhecimento relevante com outros membros da equipe.

Read More »
E eu com isso

STF decide reeleição

Como esperado, já se iniciou o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) para definir se os presidentes da Câmara e do Senado podem concorrer à

Read More »
eletrobras
E eu com isso

Privatização da Eletrobras

Uma das medidas mais urgentes para conter o avanço da dívida pública nos próximos anos é a venda de ativos e privatizações por parte do

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel