Banco Inter (BIDI4): mais liquidez, governança e valor

Hoje vou falar sobre o processo de conversão de UNITS do Banco Inter, a migração para o nível 2 de Governança Corporativa da B3 e o esperado aumento na liquidez das ações.

Por conta dos muitos comentários de leitores sobre a última coluna, escrevo novamente sobre o banco:

“Continuo em BIDI4, não preciso de liquidez, não tenho milhões nela.”

“Que papo furado esse de liquidez. Não dá pra entender o que a galera vê nisto.”

“Nunca vi uma UNIT ter mais liquidez que uma PN. Nunca vi ação UNIT ser sinônimo de boa governança.”

Nesse contexto, pretendo aqui mostrar argumentos claros como contraponto. Eles irão apresentar um outro ponto de vista do mercado financeiro aos nossos leitores.

BIDI4: Liquidez importa, sim

Para começar, eu digo que a liquidez das ações é muito importante para os investidores e para o valor de mercado de qualquer empresa na Bolsa. Afinal, esse são os dois critérios utilizados para o cálculo da composição do Ibovespa.

Quanto maior for a liquidez de uma empresa, medido pelo volume médio diário negociado da ação, melhor precificada será a ação desta empresa. Essa melhor precificação da ação tende a elevar o valor de mercado da empresa.

Aqui estamos falando de um ciclo virtuoso. Veja: quanto maior for a quantidade de negócios com as ações da empresa, mais integrantes do mercado (analistas de ações, fundos de investimentos, investidores pessoas físicas e imprensa em geral) passarão a acompanhar a ação, que terá maior quantidade de negócios.

O que talvez poucos saibam é que existe no mercado um “desconto pela liquidez” de uma empresa. Os investidores estão dispostos a pagar um preço justo menor por uma ação “small cap” em relação a uma empresa do Ibovespa considerada “blue chip”.

A próxima prévia da composição do Ibovespa no último quadrimestre de 2019 indica a entrada de três ações no índice. São elas: Carrefour (CRFR3), Banco BTG Pactual (BPAC11) e Notredame Intermédica (GNDI3).

Interessante observar que uma ação UNIT, do Banco BTG Pactual (BPAC11), tem grande liquidez e deverá entrar no Ibovespa a partir de setembro de 2019. As ações ON e PN do BTG Pactual praticamente não tem liquidez (inferior a R$ 20 mil por dia).

Governança Corporativa: subindo do nível 1 para o nível 2

A partir de 18 de julho, as ações do Banco Inter (BIDI4 e BIDI11) passaram a ser negociadas no nível 2 de Governança Corporativa da B3 (nível 1 anteriormente).

As principais mudanças nas práticas de Governança Corporativa são:

1) composição do Conselho de Administração: mínimo com 5 membros, dos quais pelo menos 20% devem ser independentes (nível 1 eram 3 membros sem independência);

2) direito de tag along de 100% para ações (80% no nível 1). No caso de venda de controle da empresa, é assegurado aos detentores de ações ordinárias e preferenciais o mesmo tratamento concedido ao acionista controlador, prevendo, portanto, o direito de tag along de 100% do preço pago pelas ações ordinárias do acionista controlador.

3) realização de oferta pública de aquisição (OPA) no mínimo pelo valor econômico em caso de cancelamento de registro ou saída do segmento, exceto se houver migração para Novo Mercado.

Conversão de UNITS

O programa de UNITS teve adesão de 85% das ações preferenciais (PN) e 31,3% das ações ordinárias (ON). Isso equivale a 58,2% do total das ações de emissão do Banco Inter.

Possível oferta de ações do Banco Inter (BIDI4)

O Banco Inter confirmou que pretende realizar uma oferta subsequente de ações 100% primária (follow-on). A oferta pode chegar a R$ 1 bilhão com os recursos empregados na execução do acelerado plano de expansão e crescimento do banco.

Ainda não foram divulgadas informações sobre a oferta de ações, com faixa de preço e múltiplos de mercado. Contudo, o Banco Inter está fazendo a sua lição de casa para “arrumar a noiva”. Aumento da liquidez através do programa de UNITS e migração para o nível 2 de Governança Corporativa.

Se a oferta subsequente de ações (follow-on) bombar, com forte entrada de investidor estrangeiro, podemos ver as ações do Banco Inter alcançarem patamares ainda mais altos do que a Stone e outras empresas fintechs.

Aos preços atuais, não vejo margem de segurança para obter retorno no investimento nas ações do Banco Inter pelas lentes da análise fundamentalista.

Conclusão

Indo direto ao ponto tenho três conclusões bem diretas:

1) maior liquidez das ações é melhor para a precificação das empresas e o seu valor de mercado. Isso é bom para todos os acionistas (inclusive quem investe apenas R$ 1.000);

2) ações do tipo UNITS tem, sim, liquidez e podem ser bastante negociadas (ex: BTG Pactual) e;

3) maior transparência das informações e nível de governança corporativa aumentam o valor de mercado das empresas no longo prazo.

Como ganhar dinheiro na bolsa de valores?

Faço minhas recomendações nas séries de investimentos As Melhores AçõesDividendos e Small Caps.

Escrevi um relatório completo na série As Melhores Ações sobre o que fazer com as ações do Banco Inter. Programa de UNITS, oferta de ações e cálculo do preço justo das ações Tudo isso com uma recomendação de não investir nas ações do Banco.

Quer saber quais ações comprar e o momento exato de vender?

Gostaria de ter acesso a todos relatórios completos baseados em análise fundamentalista?

Sempre ofereço um desconto especial para os leitores da coluna Domingo de Valor. Darei 30 por cento off com o cupom especial FGTSBOLSA.

Para aproveitar, basta clicar aqui e utilizar o cupom. É só escolher a série que tem mais a ver com seus interesses.

Não recebe minha coluna? Inscreva-se aqui

Confira

eBook – Como Investir em Ações

Três filmes para entender o mundo dos investimentos

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

E eu com isso

STF decide reeleição

Como esperado, já se iniciou o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) para definir se os presidentes da Câmara e do Senado podem concorrer à

Read More »
eletrobras
E eu com isso

Privatização da Eletrobras

Uma das medidas mais urgentes para conter o avanço da dívida pública nos próximos anos é a venda de ativos e privatizações por parte do

Read More »
E eu com isso

Aquisição do Grupo Dasa

Na quinta-feira (03), após o fechamento do mercado, o grupo Dasa (DASA3) comunicou a aquisição do Grupo Leforte, dono de três hospitais e de cinco

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.

Fechar Menu

Fechar Painel