Levante Ideias - Domingo de Valor

Alívio nos mercados | Domingo de Valor

A melhora na última semana em preços de tela trouxe alegria para os investidores de curto e longo prazo. Sempre assim: mercado de alta traz ânimo, mercado de baixa, pânico – e eu prefiro trazer verdades.

Até quando teremos essa recuperação e o que levou a essa recuperação? “Começando do início”, temos o principal fator que é: Quanto mais pode piorar?

Pensando em termos técnicos, quanto as projeções de lucro das empresas podem estar furadas pelo consenso de mercado? Quanto a taxa de juros pode subir além do previsto? Qual malabarismo político poderia ocorrer?

Nos parece que a relação está assimétrica. E, como já falamos por aqui, parte da recessão já está acontecendo.

Estávamos há 5 semanas em consolidação de preços, e nos parece que iremos voltar para uma. Se por um lado fatores de melhora ainda são tímidos, aqueles de piora não deixaram o Ibovespa ir longe dos 100 mil pontos novamente.

A questão é sempre a mesma para os investimentos, não podemos nos deixar levar pelo sentimento, seja ele de pânico ou de euforia. Os erros ocorrem nesses momentos.

É pensando nisso que falamos tanto sobre estratégia e nos erros das projeções nos últimos domingos.

Bom, se tudo está tão ruim que não poderia piorar (sob a ótica de preços e curto prazo), então o que de fato veio melhor?

Não podemos deixar passar a alta de juros do banco central Europeu que ocorreu na última semana. A taxa básica por lá foi para incríveis 0,5%.

Pode parecer ironia, mas não é. Essa mudança de direção nos diz muitas coisas. Vale lembrar que desde março de 2016 esse nível de taxa era mantido em 0.

Juros zero com inflação aparecendo é vontade de estimular economia, juro zero com inflação acelerando é uma bazuca de estímulos.

Estamos com uma inflação de 8,6% na União Europeia, estimando os últimos 12 meses, segundo a Eurostat.

Ora, mas então por que os mercados sobem se vem aperto econômico?

Pelo reconhecimento de que o Banco Central está deixando escapar a meta de inflação dos 2% e, com a subida de juros, reconhece essa necessidade de ajuste.

Nem sempre juro para cima é ruim para economia. Na realidade o que é bom para economia é inflação na meta. Se para isso é necessário subir juros, por um momento devemos lidar com as consequências disso.

A regrinha de bolso “juro pra cima bolsa para baixo e juro para baixo bolsa pra cima” é só um jeito mais complicado de ficar lidando com sentimentos de euforia e pessimismo.

Outra grande expectativa para a semana era quanto ao envio do Relatório de Avaliação do governo federal, que foi entregue dentro do tempo legal (sexta-feira) e que será comentado amanhã.

Esse segundo fato que resumidamente trazemos aqui para tentar justificar a melhora dos preços do Ibovespa na semana que passou trouxe alivio pela expectativa de que, até onde tudo indica, não teremos rompimento de teto e teremos cortes necessários para as despesas serem comportadas pelas receitas.

Inclusive, sob este aspecto, existem receitas extraordinárias como privatizações (Eletrobras) que nunca são abordadas na mídia convencional, porém, os preços não ignoram aspectos como esse e possibilidades futuras de outros semelhantes.

Fatores que resumidamente, a meu ver, ditaram o humor na última semana.

Mas essa reflexão e esse resumo da última semana têm o objetivo de endereçar quais atitudes podemos tomar para os nossos investimentos e decisões financeiras, independentemente dos fatos sobre os quais não temos controles.

A última semana foi positiva, mas esta que se inicia como será? A resposta ninguém pode fornecer – e se alguém disser que sabe, é mentira.

Dito isso, a solução para não ficar à mercê de expectativas no mundo dos investimentos é se decidir, sair de cima do muro e gerenciar risco.

É isso que faço na minha estratégia de Opções na Levante, a Operação Fênix.

Com controle de riscos e precisão, busco encontrar as melhores oportunidades nesse mercado tão lucrativo para recomendar aos assinantes.

Apenas para você ter ideia do potencial, os resultados dessa semana que passou foram: +66,7%, +42,86%, +54,55% e +142,86% (sim, tudo isso nos últimos 5 dias).

Convido você a conhecer mais sobre essa estratégia clicando aqui.

Bom domingo a todos,

Enrico Cozzolino

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.