Levante Ideias - Alckmin

Definhando até a insignificância

Exatamente no capítulo 8 do livro II de “Ética a Nicômaco”, o conhecido filósofo Aristóteles caracteriza o homem virtuoso. Este homem seria alguém sem conflitos morais. Que conseguisse buscar a felicidade de forma racional, sempre prezando por hábitos e ações cotidianas equilibradas.

Alguém dotado de virtude, para o filósofo, não teria dificuldades em julgar e avaliar determinada situação para que sua resolução fosse a mais adequada para ele mesmo (segundo sua ética) e que realizasse o bem para si e para os outros.

 

Para continuar a ler o artigo, acesse aqui o nosso Blog no Infomoney.

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Recomendado para você

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.