Banco x corretora

Banco x Corretora ━ Qual É Melhor Para Investir?

Banco x corretora: onde vale mais a pena investir o seu precioso capital?

Um levantamento realizado pela Anbima, em 2018, mostrou que 88% dos brasileiros que guardam dinheiro preferem aplicá-lo na caderneta de poupança. 

Além dessa opção, os bancos também oferecem outros produtos, como CDB e fundos de investimento. Mas será que esse é o caminho mais rentável?

No texto de hoje, iremos discutir as particularidades dos bancos e das corretoras para descobrir qual deles é melhor para investir! 

Banco x Corretora ━ conheça as vantagens e desvantagens de cada um

Na hora de investir, o brasileiro, até pouco tempo atrás, preferia segurança a rentabilidade. Isso era um reflexo, principalmente, da defasagem da educação financeira em nosso país e do pouco acesso que havia ao mercado de renda variável. 

Contudo, esse cenário vem mudando, e muitas pessoas querem saber como começar a investir, principalmente em ativos que podem trazer maior retorno.

Assim, para quem está entrando no mundo financeiro, fica a dúvida: banco x corretora, qual é o melhor? Vale mais a pena aplicar o capital em qual dos dois?  

Ambos são as duas maiores instituições de investimento do mercado e contam com diversas particularidades. Vamos conhecê-las a seguir para tirar a sua dúvida!

Diversidade de oferta de produtos

Uma das principais diferenças entre banco e corretora é o leque de opções. Pense no banco como aquele mercado que só vende os próprios produtos, ou o faz em maior grau, enquanto a corretora é aquele estabelecimento em que você encontra todas as marcas.

Nesse sentido, as corretoras são bem mais vantajosas, já que é possível montar uma carteira de investimento bastante diversificada investindo por meio de apenas uma corretora, por exemplo. E isso, é claro, dada a quantidade de ativos ofertados por elas.

Cobrança de taxas

Ambas as instituições possuem cobrança de taxas, mas, nesse sentido, a corretora leva a melhor – e isso mesmo com a entrada cada vez maior dos bancos no universo dos investimentos para pessoa física. 

As corretoras ainda precisam mostrar vantagens competitivas para chamar a atenção dos clientes. Sendo assim, na maioria das vezes, as taxas e custos cobrados por essas instituições são menores.

Rentabilidade

No quesito rentabilidade, as corretoras também saem ganhando. Se você já tem algum conhecimento do mercado financeiro, sabe que o caminho para ganhar mais é diversificar os seus investimentos. 

Nesse sentido, as corretoras oferecem um portfólio variado de ativos, com ações e diversos Fundos do mercado na maior parte das vezes, por exemplo. Ao contrário dos bancos, que são limitados e não chegam, em boa parte dos casos, nem a mostrar os investimentos mais rentáveis para os pequenos investidores.

Segurança

Muito se fala no quanto os bancos são seguros para investir, se sobressaindo das corretoras. Porém, isso não passa de um engano. 

As corretoras, principalmente as mais consolidadas no mercado, passam por um processo de regulação constante. Além disso, elas são, no fim das contas, um “meio”. Ou seja: o que vai definir o risco do seu investimento é, principalmente, o ativo em que você estiver investindo por meio da corretora.

Mesmo assim, é importante que o investidor saiba escolher a melhor instituição para investir de acordo com alguns critérios. São eles: 

  • reputação no mercado;
  • variedade de produtos e serviços;
  • taxas;
  • ferramentas;
  • atendimento.

Praticidade

Muitas pessoas pensam que investir em um banco é mais prático pelo fato de já terem uma conta. Mas a verdade é que poucos deles contam com um sistema de investimento intuitivo e simples de ser acessado.

Já no caso das corretoras, você consegue fazer a conta online e de forma gratuita. Os aplicativos são responsivos e sem segredo na hora de utilizar, podendo ser acessados até pelo celular, o que gera mais comodidade para você.

Produtos inadequados

É comum que alguns gerentes de banco ofereçam produtos que, à primeira vista, pareçam ser investimentos, mas não são. Portanto, se você escolher investir em um banco, é importante ter isso em mente. Fique atento e observe se na proposta existe:

  • taxa de administração;
  • liquidez;
  • rentabilidade.

Analisando todos os pontos apresentados acima, podemos concluir que na comparação banco x corretora, a corretora oferece mais vantagens na hora de investir do que os bancos.

Confira as séries da Levante para encontrar a estratégia de investimento mais adequada para você! Estamos aqui para te ajudar a conquistar a sua liberdade financeira. 

O conteúdo foi útil para você? Compartilhe!

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook

Recomendado para você

Levante Ideias - Federal Reserve
E eu com isso

O Fed e a incerteza

A muito aguardada reunião do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, que se encerrou na quarta-feira (28) manteve os investidores na incerteza em relação

Read More »
Senado - Levante Investimentos
E eu com isso

Para além da CPI da Covid-19

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), tem se movimentado para organizar a retomada de pautas econômicas na Casa, ainda mais após acordo para indicar

Read More »

Ajudamos você a investir melhor, de forma simples​

Inscreva-se para receber as principais notícias do mercado financeiro pela manhã.